Philips

Seiva

Seiva

Neste restaurante, aberto há pouco mais de três meses, a carta é mudada de duas em duas semanas de “forma intensa, dinâmica e criativa”. E é através do contacto com a Natureza que se fazem todos os destaques gastronómicos servidos, de onde se realçam os churros, nas entradas, a apela, no prato principal, e o folhado de maçã e aipo, na sobremesa.

“A nossa proposta é essencialmente de origem vegetal, mas temos alguns apontamentos de origem animal”, referiu, em entrevista à VIVA!, o chef e proprietário do Seiva, David Jesus, que deu o nome à casa em homenagem ao pai e ao avô.

“Seiva”, como explicou, deriva de resina, e tendo sido o pai e o avô resineiros quis, de imediato, atribuir este nome ao seu primeiro projeto a solo. Trata-se de um restaurante que “pretende aproximar as pessoas da Natureza”, e onde o chef “potencia tudo o que chega [da Natureza] para criar uma bonita e agradável experiência” no espaço.

Além da “identidade no estilo de cozinha”, o Seiva distingue-se também pelos “valores apresentados na dinâmica de serviço e confeção”.

No interior, há espaço para 32 pessoas sentadas à mesa e 12 ao balcão, que podem usufruir de uma bonita e admirável vista para o mar.

No início deste ano, David Jesus avançará com um projeto, desenvolvido com a Câmara Municipal de Matosinhos, onde os resíduos orgânicos serão reduzidos “a quase nada” produzindo “compostos através de um centro de compostagem no talhão de um horto urbano” cedido pelo município.

Horário de funcionamento: De terça a quinta-feira das 12h00 às 15h00 e das 19h30 às 22h00, sexta-feira e sábado das 11h00 às 22h00 e domingo das 11h00 às 16h00.

Seiva Restaurante
Rua Sarmento Pimentel 63, Leça da Palmeira
Telefone 910 546 756

PUB
 www.pingodoce.pt/responsabilidade/bairro-feliz/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=votacao&utm_campaign=bairrofeliz