CM Matosinhos

Rui Moreira: “Não vemos aumento de frequência dos voos da TAP”

Rui Moreira: “Não vemos aumento de frequência dos voos da TAP

Os dados mais recentes do Boletim Estatístico Trimestral da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC), relativos aos meses de abril a junho, divulgados esta quarta-feira, revelaram que, nesse período, apenas um em cada 20 passageiros viajou pela TAP através do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. 

Um número bastante significativo, que mostra que a companhia sofreu uma perda generalizada de mercado desde a retoma das operações aéreas de passageiros. Em entrevista à TSF, na manhã desta quarta-feira, o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, garantiu não estar surpreendido com estes resultados, considerando “a crise que toda a aviação comercial atravessa”. 

No entanto, mostrou-se surpreendido com o facto de a TAP continuar a voar muito pouco para a infraestrutura portuense, mensagem que foi reforçada na página oficial do município do Porto. “O load factor dos aviões, ou seja, a capacidade dos aviões que saem e chegam ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro anda próximo dos 70%” e em Lisboa está bastante abaixo, nos cerca de 46%. A verdade é que não vemos um aumento da frequência dos voos da TAP”. 

“Enquanto a TAP era uma empresa privada era natural que a sua gestão se adequasse àquilo que são os parâmetros que entende ser bom ou mau negócio. A partir do momento em que passa a ser uma empresa subsidiada por todos nós, é necessário e é fundamental que o novo Conselho de Administração olhe para a TAP já como uma empresa estratégica, como é por exemplo a CP”, destacou. 

Segundo Rui Moreira, sendo o Estado acionista maioritário da companhia aérea, é necessário que haja uma mudança de estratégia. “Ninguém aceitaria que a CP, durante os meses da pandemia, não tivesse oferecido serviços ao Porto. Portanto, se a TAP passa a ser uma empresa pública passa a ter essas obrigações, ou então mais vale ser uma empresa privada, e aí naturalmente os seus acionistas e os seus gestores devem fazer as escolhas que quiserem”, apontou. 

Na entrevista, o autarca assinalou ainda as ligações aéreas que, apesar de tudo, o Aeroporto Francisco Sá Carneiro conseguiu manter, nomeadamente, com companhias aéreas como a KLM, a Lufthansa e a Transavia.

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.