PUB
Recheio 2024 Institucional

Rui Moreira: “Governo tomou a decisão certa ao candidatar Porto à EMA”

Rui Moreira: “Governo tomou a decisão certa ao candidatar Porto à EMA”

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O presidente da Câmara do Porto considerou que o Governo “tomou a decisão certa” ao decidir candidatar a cidade do Porto para acolher a sede da Agência Europeia de Medicamento (EMA, na sigla em inglês). E acrescentou: ganhar a Agência Europeia “é muito importante para o país, a Região Norte, a Área Metropolitana do Porto e para a cidade”.

“Queria dar nota da minha satisfação por ter valido a pena levantar a voz. Queria saudar o Governo, o senhor primeiro-ministro e o ministro da Saúde, que souberam em tempo olhar para o argumentário da cidade do Porto”, disse Rui Moreira, em conferência de imprensa.
“O Governo tomou a decisão certa”, considerou o autarca, acrescentando que tem “tudo preparado para apresentar uma candidatura forte”, lembrando, no entanto, que “nada está ganho”.

“O Governo avaliou a proposta de Lisboa e a do Porto e considerou que a proposta do Porto é a melhor. Tudo faremos para que seja uma proposta ganhadora. Podemos apresentar uma candidatura musculada porque temos o trabalho feito. Agora temos de preparar uma grande candidatura para que isto não seja apenas uma questão nacional, para que se transforme numa opção vencedora a nível internacional, sabendo nós que há outras cidades muito fortes e outras grandes candidaturas”, disse o autarca.
Moreira falou ainda da importância da candidatura nacional: ganhar a Agência Europeia “é muito importante para o país, a Região Norte, a Área Metropolitana do Porto e para a cidade”.
Rui Moreira referiu que existem “vários edifícios possíveis” para acolher a Agência Europeia de Medicamento, que serão revelados “em tempo próprio” pela comissão.
Também o presidente do Conselho Metropolitano do Porto defendeu que o Governo tomou “uma decisão inteligente”, com grande potencial de repercussão no desenvolvimento do Norte, ao escolher aquela cidade como candidata à sede da EMA.
“Fico extremamente contente por o Governo ter recuado na sua escolha inicial [por Lisboa] e tomar agora esta decisão acertada e inteligente, que demonstra que valeu a pena a Área Metropolitana do Porto se ter envolvido no processo e manifestado a vontade dos autarcas da região”, declarou Emídio Sousa à agência Lusa.
“Agora é preciso que todos se empenhem no sucesso da candidatura, para concretizarmos a conquista de um equipamento que pode revelar-se de grande importância para o desenvolvimento da Área Metropolitana e da própria região Norte – que é uma das mais pobres da União Europeia e, com isto, pode ter a oportunidade de dar um grande salto em termos de crescimento”, realçou o também presidente da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira.
O Conselho de Ministros decidiu esta quinta-feira candidatar a cidade do Porto para acolher a sede da Agência Europeia de Medicamento.
No final da reunião do Conselho de Ministros, a ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques, disse que foi decidido que o Porto é a cidade portuguesa que “apresenta melhores condições para acolher a sede daquela instituição”.
“O Porto está mais próximo do centro da Europa, está mais perto do centro da Península (Ibérica)”, assinalou por seu lado o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.
PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil