PUB
Recheio 2024 Institucional

“Corpo&Alma” de António Ole em exposição na Galeria Sala 117 a 26 de maio

“Corpo&Alma” é a exposição de António Ole que a Galeria Sala 117, no Porto, inaugura no dia 26 de maio. Passadas cerca de três décadas da última mostra nesta cidade, o artista angolano regressa ao Porto com obras inéditas.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Após uma retrospetiva, em 2016, no Museu Calouste Gulbenkian, esta exposição, que estará patente até 15 de julho, surge no ano em que se assinalam os 50 anos de trabalho artístico de António Ole (1967-2017), com destaque especial para o caráter “eclético” da sua obra.
É no desenho, a sua disciplina precursora, que assenta o conceito principal da exposição de Ole. A série de dez desenhos, “Alma&Circunstância”, resulta de um “resgate” ao acervo íntimo do artista, reunindo esquissos e textos poéticos.
A estrutura do desenho propaga-se para “as pinturas – conversa acabada, conversa interrompida e Rakung -, onde a linguagem do corpo exerce preponderância, com soluções recorrentes à cultura africana”.
Assim, ao falar-se de ecletismo na obra de António Ole, manifestado na escolha dos materiais, no ensaio das aderências e inclusão de outras disciplinas, como a fotografia e o vídeo, há todo um caudal híbrido na matriz poética do artista que distingue a sua prática.
“A consciência social que atravessa parte substancial da sua obra, reflete-se nas temáticas que tem vindo a abordar, sem receio de tocar assuntos incómodos, como a escravatura ou o colonialismo, concedendo-lhes a necessária perenidade para não serem esquecidos”.
António Ole, nos seus 50 anos de percurso no mundo das artes, presenteia Portugal com uma exposição a não perder.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil