PD - revista Sabe Bem

Projeto de Educação Ambiental

Projeto de Educação Ambiental

Depois de alguns meses de avaliação das 28 propostas de trabalho submetidas pelas comunidades escolares dos 20 municípios da área de influência da empresa, a AdDP selecionou dez projetos vencedores, destacando ainda outros cinco merecedores de uma Menção addp4_3Honrosa. As escolas EB1 de Rossas, do concelho de Arouca, Centro Escolar da Lixa, de Felgueiras, Básica de São Caetano n.º 1, Gondomar, EB1 Boavista Beire e EB1/JI da Redonda, ambas integradas no concelho de Paredes, foram as vencedoras do primeiro ciclo. Os projetos ambientais da EB 2/3 Couto Mineiro do Pejão, em Castelo de Paiva, EB 2/3 Passos José (Matosinhos), de Maceda (Ovar), de Sobreira (Paredes) e de Canidelo (Gaia) foram os vencedores do segundo ciclo.

A cerimónia de entrega de prémios do projeto de educação ambiental, realizada na passada quarta-feira, dia 15 de fevereiro, contou ainda com a presença dos representantes da EB2/3 de Baião, EB1 São Caetano 2 (Gondomar), ES2/3 de Águas Santas (Maia), EB de Leça da Palmeira (Matosinhos) e EB1 Carvalho de Baixo (Ovar), distinguidas na categoria de Menção Honrosa. Os estabelecimentos de ensino selecionados receberam mil euros para a aquisição de bens ou serviços de apoio à execução do projeto, um computador, oficinas de formação creditadas para professores e materiais pedagógicos destinados a alunos e docentes.

addp4_4De acordo com Sérgio Hora Lopes, administrador da AdDP, apesar dos constrangimentos orçamentais que a empresa ultrapassa, a certeza de que “é através da educação ambiental que se consegue chegar à população” permanece firme. “Queremos continuar a criar uma cidadania ambiental e a transformar os alunos em atores desse processo”, afirmou o responsável, acrescentando que o “Mil Escolas”, no terreno desde 2004, tem conseguido envolver a comunidade escolar de uma forma “notável”.

Em representação da Agência Portuguesa de Ambiente (APA), Francisco Teixeira destacou o papel desempenhado pelos professores, “pivôs das comunidades” no trabalho de sensibilização para a importância da preservação ambiental. No discurso dirigido aos responsáveis das 15 escolas distinguidas, o responsável reiterou ainda o esforço da Águas do Douro e Paiva na continuidade do programa destinado a “sensibilizar o público para a necessidade de alteração de comportamentos e filosofias no que respeita ao ambiente” e a “motivar a participação dos cidadãos, particularmente do público mais jovem em idade escolar”.

Joaquim Ramos Pinto, representante da Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA), também parte integrante do júri do concurso, admitiu que a seleção dos 15 projetos “não foi nada fácil”, garantindo que todos eles reuniam as condições necessárias à próxima fase do programa. Além disso, aproveitou para incentivar os municípios a não se resignarem às dificuldades económicas e a aceitarem o desafio de se aliarem a iniciativas semelhantes.

A Política de Educação Ambiental da AdDP já foi distinguida pela Associação Portuguesa de Distribuição e Drenagem de Águas (APDA) na categoria de “Melhores Ações de Educação Ambiental”, tendo também conquistado o terceiro lugar na categoria de “Melhor Sítio na Internet”, através do portal www.aguaonline.net.

Mariana Albuquerque

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/menu-seleccao-do-chef/?utm_campaign=menuchef&utm_content=301020-novomenu&utm_medium=banner&utm_source=vivaporto&utm_term=banner

Viva! no Instagram. Siga-nos.