PUB
CMPorto

Programa “Criatório” apoia vários espaços e projetos

Programa

Já foram atribuídas as 25 bolsas previstas para edição deste ano do Criatório. O programa volta a contemplar candidaturas em projetos de criação artística e espaços de programação do Porto, integradas nas áreas de “artes visuais e curadoria; artes performativas; composição, programação e performance musical; e literatura e pensamento crítico”.

De acordo com a empresa municipal, Ágora, na modalidade destinada a Projetos de Criação Artística, “que pretende apoiar o desenvolvimento de projetos na cidade, durante um período mínimo de seis meses, foram admitidas 129 candidaturas”.

Dessas, o júri composto por Ana Flávia Miguel (investigadora e doutorada em etnomusicologia), Ana Figueira (programadora cultural, fundadora e diretora artística da Companhia Instável) e Manuel Segade (historiador de arte e comissário) selecionou 15 projetos para apoio, entre eles «A Hora da Estrela», de Rita Barbosa; «A incompletude para além do fim», de Carlos Barradas; e «The F Word: intersecting feminism, design and publishing», de Isabel Duarte.

Na modalidade de apoio a Espaços de Programação, que tem como objetivo “o financiamento das necessidades que resultam da atividade de programação de espaços culturais e artísticos sediados no Porto”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O júri constituído por Barbara Piwowarska (curadora e historiadora de arte), Luísa Mota (artista visual e curadora), e Susana Caló (ensaísta, investigadora e editora) decidiu atribuir apoio a dez espaços entre as 20 candidaturas admitidas, entre os quais «CRL – Central Elétrica»; «Sonoscopia»; e «A Leste».

Referir que este programa tem um orçamento total de 375 mil euros, em que cada bolsa corresponde a 15 mil euros.

Toda a informação sobre o programa, projetos e espaços apoiados pode ser consultada no website da plataforma PLÁKA.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem