Santander - Fundos Europeus

Primeiras “Leituras no Mosteiro” de 2022 dão voz à língua portuguesa

Primeiras “Leituras no Mosteiro” de 2022 dão voz à língua portuguesa

O Mosteiro de São Bento da Vitória recebe na próxima semana a primeira edição de 2022 do ciclo “Leituras no Mosteiro”. O momento acontece já na próxima terça-feira, dia 18 de janeiro, e vai continuar a “dar voz à dramaturgia contemporânea em língua portuguesa”.

No arranque do ano, a iniciativa vai contar com três textos com um “forte pendor autobiográfico”, “Gênera”, “Sempre que Acordo” e “Et cetera, et cetera”, respetivamente, da autoria das jovens dramaturgas Keli Freitas, Lara Mesquita e Mariana Ferreira.

A estreia de Lara Mesquita, “Sempre que Acordo”, Prémio Nova Dramaturgia de Autoria Feminina 2021, aciona memórias e vivências para questionar o processo de construção da identidade da mulher negra e o “racismo invisível” em Portugal, avançam os promotores, adiantando que, por sua vez, Keli Freitas apresenta, em “Gênera”, o “resultado do seu estudo sobre as diferentes formas de manifestação do amor na língua portuguesa, com foco na gramática anormativa do português (do Brasil)”.

Já “Et cetera, et cetera”, escrito por Mariana Ferreira no âmbito da edição de 2020-21 da École des Maîtres, “cruza a memória e a biografia, colocando «a personagem» em confronto com os seus vários desdobramentos, em busca de uma dinâmica de mudança e de uma consciência de si, completa a nota divulgada.

As sessões, com coordenação de Nuno M Cardoso e Paula Braga, estão marcadas para as 19h00 e têm entrada gratuita.

Depois da atividade da próxima semana, as “Leituras no Mosteiro” regressam no dia 15 de fevereiro, com textos de Eduardo Molina, Ivo Saraiva e Silva e Mário Coelho.

Fotografia: João Tuna

PUB
www.santander.pt/empresas/financiamento/fundos-europeus?utm_campaign=EMP_EMP_W040_EX_BN0T0_FundosEuropeus_ALL&utm_source=expresso&utm_medium=banner&utm_content=crtvy0

Viva! no Instagram. Siga-nos.