PUB
Recheio 2024 Institucional

Presidente do COP defende “mudança de paradigma” no desporto português

Presidente do COP defende “mudança de paradigma” no desporto português

O responsável considerou também que o Governo tem de intervir na definição da política desportiva do país. “Podemos restringir a prática desportiva, podemos restringir modalidades, mas temos de tomar opções, porque, se não tomarmos essas opções, caminharemos para a desgraça de termos uma participação irrelevante no Rio de Janeiro. E isso não pode acontecer porque a opinião pública portuguesa não aceita”, sublinhou. “Se queremos 10 ou 11 medalhas, rápidas, então temos de mudar de caminho. Há muitos atletas africanos que querem vir para a Europa e as medalhas aparecem”, salientou, exemplificando com o caso da delegação espanhola, que apresenta 30% de atletas estrangeiros.
Apesar de não esconder a desilusão relativamente ao resultado obtido pela judoca Telma Monteiro, Vicente Moura quis realçar o “bom trabalho realizado por algumas modalidades” como o ténis de mesa e o tiro.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz