RECHEIO 50 ANOS

Portugueses vão oferecer mais presentes este Natal

Portugueses vão oferecer mais presentes este Natal

Ao contrário do que seria de esperar, tendo em conta a subida de preços, neste Natal observa-se um aumento da intenção de oferecer presentes. Isto acontece porque os últimos dois anos foram marcados pela pandemia e agora os portugueses têm a possibilidade de celebrar a quadra com mais pessoas.

Estes dados são do estudo Observador Cetelem que revela que 98% dos portugueses inquiridos vão oferecer presentes, mais 10% do que no ano passado. Cada entrevistado conta oferecer, em média, nove presentes, mais três do que em 2021.

Cerca de 30% tencionam oferecer entre sete a dez presentes, 28% planeiam oferecer entre quatro a seis presentes e 15% dos inquiridos entre um a três. Já 24% das pessoas que responderam ao questionário não tencionam oferecer qualquer presente este Natal.

Os inquiridos, dos 25 aos 34 anos, são os que pretendem oferecer mais presentes (10), assim como, os indivíduos de classes mais altas, que vivem na zona metropolitana do Porto ou na região Sul do país.

No entanto, o aumento do número de presentes não significa que os portugueses tencionem gastar mais. O orçamento previsto apenas para presentes esta quadra natalícia será, em média, de cerca de 126€, menos 21€ face ao ano anterior. Por sua vez, 96% revela que tenciona poupar, procurando, por exemplo, oferecer presentes apenas aos mais próximos (67%).

Quanto à lista dos presentes que os portugueses planeiam oferecer estão no top 5: os chocolates, biscoitos e bolachas (81%, +19% face a 2021); vestuário e assessórios de moda (79%, +16%); vinho ou outras bebidas (75%, +9%); perfumes, maquilhagens e kits de bem-estar (70%, +17%.); produtos culturais (65%, +24%.); e brinquedos (54%, +3%.).

PUB
www.pingodoce.pt/folhetos/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=etaobompouparassim&utm_campaign=institucional