Santander Escolhas

Porto substitui toda a iluminação pública por luzes LED

Porto substitui toda a iluminação pública por luzes LED

A iluminação pública na cidade do Porto vai passar a ser feita com luzes LED. Com esta medida, aprovada por unanimidade na Assembleia Municipal, a cidade vai diminuir a fatura energética bem como “reduzir em 3800 toneladas a emissão de CO2”.

A instalação das luminárias de tecnologia LED corresponderá a um investimento municipal de cerca de 6,5 milhões de euros, que vai “reverter a custo zero em menos de seis anos”, salienta o portal de notícias da Câmara do Porto. A cidade vai assim poupar nos custos e aumentar a eficiência energética, reduzindo em 3800 toneladas a emissão de CO2 por ano.

Na sessão extraordinária da Assembleia Municipal que decorreu semana passada na Biblioteca Municipal Almeida Garrett (BMAG), o deputado municipal do Bloco de Esquerda Pedro Lourenço classificou a intervenção como “muito positiva”, por “procurar tornar energeticamente mais eficiente a iluminação pública da cidade”.

A medida, diz o Bloco de Esquerda, tem dois resultados práticos muito positivos: “uma redução anual de cerca de 42% de emissões relacionadas com a iluminação pública”, e ainda “uma poupança significativa nos custos”, porque se prevê a recuperação do investimento “num prazo inferior a seis anos”.

O vice-presidente da Câmara do Porto, Filipe Araújo, reconheceu que o investimento é, em primeiro lugar, “motivado pela eficiência energética”. Nesse aspeto, o responsável pelo pelouro da Inovação e Ambiente recordou que o trabalho já iniciou. “Devo recordar que, hoje, a energia que ilumina as nossas estradas, já provém 100% de energias renováveis”.

No debate ficou ainda manifesta a intenção de a cidade do Porto liderar, igualmente pelo exemplo, a redução da fatura energética dos edifícios. Neste particular, o Porto. destaca a instalação de sistemas fotovoltaicos em 29 coberturas de edifícios municipais, 25 dos quais escolas da rede pública municipal, além do investimento que está a ser feito na cobertura verde do Terminal Intermodal de Campanhã, em construção.

A adjudicação das luminárias LED será feita a cinco empresas, vencedoras de dois ou mais lotes entre os 12 apresentados no concurso público internacional. São elas a Amener, Aramus, Sociedad Iberica de Construcciones Electricas (Sucursal em Portugal), I-Sete Inovação Soluções Económicas e Tecnologias Ecológicas e BMVIV.

PUB
 www.pingodoce.pt/responsabilidade/bairro-feliz/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=votacao&utm_campaign=bairrofeliz