PUB
PD- Literatura Infantil

Porto integrado na Comissão da Agência Europeia do Medicamento

Porto integrado na Comissão da Agência Europeia do Medicamento

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O Porto passa a entrar na corrida para a Agência Europeia do Medicamento (AEM). Um comunicado do Governo de Portugal explica o porquê desta integração.

“No final de 2016, à luz dos requisitos pré-definidos pela Agência, foi considerado que Lisboa seria a cidade que reunia, à partida, as melhores condições para uma candidatura ganhadora”, refere um comunicado do Governo de Portugal.
No entanto, “no próximo Conselho Europeu, a decorrer a 22 e 23 de junho, serão aprovados os critérios definitivos para a relocalização da Agência Europeia do Medicamento, devendo as candidaturas ser oficialmente apresentadas até ao dia 31 de Julho de 2017”, esclarece o documento.
No último mês, surgiram expressões de vontade de outras cidades com o objetivo de acolher a Agência Europeia do Medicamento.
“Tendo em conta os requisitos já conhecidos, só o Porto, a par de Lisboa, parece reunir condições para uma candidatura muito exigente e competitiva em termos europeus”, acrescenta o comunicado.
“Neste contexto, o Governo tomou a iniciativa de contactar a Câmara Municipal do Porto para que a cidade se associasse, no âmbito da Comissão de Candidatura Nacional, ao processo de avaliação que irá decorrer à luz dos critérios oficiais definitivos”.
“Deste modo, a Comissão de Candidatura Nacional passará a incluir representantes das duas cidades iniciando de imediato trabalho conjunto que habilite a uma decisão final a apresentar até 31 de julho de 2017”, pode ler-se no documento.
De acrescentar que o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, escreveu esta segunda-feira aos vereadores, revelando que “a cidade passa a integrar diretamente a candidatura nacional a sede da AEM e que já não será constituído um grupo no Porto, a menos que os representantes da Comissão entendam fazê-lo”.
Também, ainda segundo o portal de notícias da autarquia, apelou a que esta matéria não seja alvo de demagogia e eleitoralismo. Eurico Castro Alves e Ricardo Valente serão os representantes do Porto na Comissão.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem