PUB
Junta da Galiza

Porto apela à adoção responsável de animais

Porto apela à adoção responsável de animais

O Centro de Recolha Oficial de Animais (CROA) do Porto alerta para o abandono de animais no verão e volta a apelar à adoção responsável. A equipa do CROA recorda “que há questões que não devem ser esquecidas pelos candidatos”, aquando da adoção de um animal, nomeadamente “se reúnem as condições financeiras e físicas necessárias, se apresentam disponibilidade de tempo e, ainda, se a sua habitação reúne características que permitam a presença de um amigo de quatro patas”, lê-se no portal de notícias do município.

O candidato deve também ter em conta “o seu estilo de vida, projetos futuros e avaliar o tempo para educar e satisfazer as necessidades” do patudo, sejam estas “de alimentação, higiene, lazer ou afetos”.

Referir que ao adotar no CROA “é oferecida a esterilização, identificação eletrónica e vacinas obrigatórias do animal”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A plataforma da Câmara do Porto indica que, por ano, se estima “que 30 mil animais de companhia abandonados sejam acolhidos por centros de recolha oficiais em Portugal. Contudo, este número pode ser ainda maior se forem contabilizados os cães e gatos que são deixados à porta de associações, clínicas veterinárias ou na rua”.

Desde janeiro deste ano, no CROA foram entregues 145 cães. A falta de condições e problemas saúde dos detentores, são alguns dos motivos mais apresentados para a entrega. “Na via pública foram capturados e encontrados 229” e destes, apenas 13 cães e quatro gatos “foram devolvidos aos donos”.

YouTube player
PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem