PUB
CIN - Branco Perfeito

Politécnico do Porto lança plano de formação em competências transversais gratuito

Politécnico do Porto lança plano de formação em competências transversais gratuito

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O plano de formação gratuito contempla cursos nas áreas do Empreendedorismo, Línguas, Comunicação em Contexto Clínico, Autocad, Preparação para Exames da Ordem dos Solicitadores e Agentes de Execução, Análise de Dados, Suporte Básico de Vida, Escola Itinerabte do Mar e Skills Jovem.

O Politécnico do Porto vai disponibilizar aos alunos, de forma gratuita e a partir do próximo ano letivo, um plano de formação em competências transversais, nas áreas do Empreendedorismo, Línguas, Comunicação em Contexto Clínico, Autocad, Preparação para Exames da Ordem dos Solicitadores e Agentes de Execução, Análise de Dados, Suporte Básico de Vida, Escola Itinerabte do Mar e Skills Jovem.
O projeto vai ser incluído no plano de atividades dos Serviços de Ação Social do Politécnico do Porto e será apresentado ao final da tarde desta quinta-feira.
Este projeto foi o mais votado pelos estudantes do Politécnico do Porto, no âmbito da primeira edição do Orçamento Participativo levado a cabo por esta instituição de Ensino Superior.
O Orçamento Participativo da Ação Social (opAS) é, segundo a agência Lusa e de acordo com informação disponibilizada pelos responsáveis, “um instrumento democrático, instituído pelo Politécnico do Porto, que permite que qualquer estudante desta comunidade intervenha responsavelmente nas atividades a desenvolver”.
A iniciativa surge no âmbito da estratégia global de reforço da participação dos estudantes nos processos de decisão e gestão de recursos dos Serviços de Ação Social do Politécnico do Porto.
O opAS é coordenado por uma comissão onde está presente o Conselho de Ação Social, o Provedor do Estudante, bem como um representante de cada Associação de Estudantes.
“Com esta iniciativa pretende-se manter uma gestão próxima entre todos os estudantes e a Ação Social do Politécnico do Porto, na procura de soluções e novas ideias, fomentando um espírito cívico, onde as preocupações individuais sejam integradas no bem público comum, reforçando a responsabilidade e formação integral de todos os estudantes envolvidos e, ainda, contribuindo para a qualidade da cultura democrática”, lê-se na informação sobre o projeto.
O opAS foi já sinalizado por diversas entidades que o consideraram “pioneiro e inovador em todo o espaço europeu”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD-Bairro Feliz