Santander Escolhas

Philippe Vergne é o novo diretor do Museu de Serralves

Philippe Vergne é o novo diretor do Museu de Serralves

Philippe Vergne assume o cargo de diretor do Museu de Arte Contemporânea de Serralves já em abril.

Com uma experiência de 25 anos de liderança em várias instituições internacionais, Philippe Vergne foi, nos últimos quatro anos, diretor do Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles (MOCA).

Antes, foi diretor do Dia Art Foundation de Nova York e diretor adjunto e curador chefe do Walker Art Center em Minneapolis, “onde trabalhou durante uma década, tendo organizado mais de 25 exposições internacionais, programas de residências artísticas, integrando ainda a equipa que liderou o plano de expansão da instituição com projeto de arquitetura do gabinete Herzog & de Meuron”, refere o comunicado da instituição portuense. Na Europa, Philippe Vergne foi o primeiro director do Museu de Arte Contemporânea de Marseille (MAC).

Vergne licenciou-se em direito na Universidade Pantheon-Assas, Paris II, e em arqueologia e história de arte moderna pela Universidade de Paris IV, Sorbonne, onde continuou os seus estudos em história de arte, obtendo um mestrado e um Diplôme d’Etudes Approfondies.

“A sua nomeação para Serralves surge na sequência de um processo de seleção internacional, com entrevistas a candidatos de várias partes do mundo”, diz ainda a Fundação de Serralves. Neste processo, acrescenta, “o Conselho de Administração de Serralves foi assessorado por um grupo de prestigiados diretores de museus, nomeadamente, Frances Morris, diretora do Tate Modern, em Londres; Suzanne Cotter, diretora do MUDAM, no Luxemburgo; Jochen Volz, diretor da Pinacoteca do Estado de São Paulo; Laurent Le Bon, presidente do Museu Nacional Picasso, em Paris; e Vicente Todoli, diretor artístico do Pirelli Hangar Bicocca, em Milão”.

Em comunicado, o novo diretor diz que “é uma honra fazer parte de um museu cujo compromisso para com a comunidade artística internacional, nas suas várias disciplinas, é contínuo e rigoroso, mantendo ao mesmo tempo os mais elevados padrões”.

Já para Ana Pinho, presidente do Conselho de Administração de Serralves, considera Philippe Vergne “um notável curador”, que “traz uma visão artística sólida e inspiradora não só para o Museu e para a Coleção, mas também para o extraordinário património da Fundação de Serralves e do seu parque histórico”. A responsável destaca ainda o reconhecimento internacional entre artistas, profissionais de arte e patronos.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/menu-seleccao-do-chef/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=menuchef