PUB
Junta da Galiza

Parlamento aprova “alargamento imediato” do Metro do Porto

Parlamento aprova “alargamento imediato” do Metro do Porto

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A Assembleia da República aprovou esta terça-feira, por maioria, recomendar ao Governo o “alargamento imediato” do Metro do Porto ao Campo Alegre e a “calendarização da expansão” do metropolitano até Matosinhos Sul e da nova ligação a Vila nova de Gaia.

Os deputados aprovaram recomendar ao Governo “a consideração, no plano de alargamento imediato da rede de Metro do Porto, da construção de uma estação na zona do Pólo 3 da Universidade do Porto, no Campo Alegre”.
A Assembleia da República aprovou ainda recomendar “a elaboração de uma calendarização com vista à concretização da expansão da rede Metro do Porto até Matosinhos Sul, passando pelas freguesias de Lordelo do Ouro e Foz do Douro”.
Ao governo é ainda indicado que proceda à “calendarização com vista à concretização de uma nova ligação até às Devesas, em Vila Nova de Gaia”.
O projeto de resolução foi apresentado pelo grupo parlamentar do Partido Comunista Português (PCP), teve os votos favoráveis do PCP, BE, PEV, PAN e abstenção do PS e PSD.
No texto, o PCP lembra que “foi a derrota do governo PSD/CDS e a nova fase da vida política nacional que permitiram criar condições para desbloquear o processo de alargamento da rede do Metro do Porto e abrir o caminho à construção de novas linhas”, como as que foram anunciadas recentemente – a Linha Rosa, entre a Casa da Música e S. Bento, com um total de cerca de 2,7 quilómetros de extensão, com quatro estações subterrâneas e a Linha Amarela, entre Santo Ovídio e Vila d’Este, com uma extensão de 3,2 quilómetros.
Para o PCP, as opções apontadas no projeto de resolução agora aprovado são necessárias.
“Esta é uma opção justa, necessária e exequível, que a concretizar-se corresponde a levar a rede Metro a uma área com um enorme potencial de procura e a aproveitar as condições disponíveis neste momento para garantir o alargamento da rede Metro do Porto num futuro próximo”, considera o grupo parlamentar comunista.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem