PUB
PD Sabe Bem 75 até 31-10

Palcos da Casa da Música vão estar “ao alcance de todos”

Palcos da Casa da Música vão estar

O ciclo “Ao Alcance de Todos!” integra participantes de diversos locais, como os utentes da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Gaia com demência e doença de Alzheimer, do Hospital Magalhães Lemos e da Associação dos Deficientes das Forças Armadas.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A partir de segunda-feira, os palcos da Casa da Música, no Porto, vão voltar a estar “Ao Alcance de Todos!”, com um conjunto de espetáculos que reunirão músicos da instituição com pessoas com necessidades especiais. Em declarações à Lusa, o coordenador do ciclo, que estreou em 2007, explicou que se trata de mais de “uma semana de inclusão”, que confina num determinado período o trabalho realizado pelo serviço educativo da Casa da Música durante o ano inteiro. O projeto integra, assim, participantes dos mais variados locais, como utentes da Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Gaia com demência e doença de Alzheimer, pacientes do Hospital Magalhães Lemos e elementos da Associação dos Deficientes das Forças Armadas. Segundo adiantou o responsável, os concertos apostam na integração e na inclusão “a partir da mistura”, num palco em que todos permanecem “no mesmo patamar”. Assim, nos dias 16 e 17 de abril, a Sala 2 da Casa da Música vai receber “Memo”, projeto criado a partir das “memórias musicais dos participantes, pessoas com demência, acompanhadas em cena pelos seus cuidadores”. Dias depois, a 30, será apresentado “Curado”, projeto também integrado no ciclo “Música e Revolução”, que vai reunir músicos da Casa da Música, a Associação dos Deficientes das Forças Armadas e alunos do 12.º ano do Balleteatro.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/de-regresso-a-rotina-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0923-sabebem75&utm_campaign=sabebem