Philips

Outono chega com conselhos para a pele

Outono chega com conselhos para a pele

Esta quarta-feira arranca o outono e com ele chegam também algumas preocupações, nomeadamente no que respeita à pele seca, provada pela maior exposição solar durante o período de verão.

Além da importância de uma boa hidratação da pele, para prevenir o problema, os especialistas aconselham ainda o consumo de uma dieta equilibrada e plena, composta por alimentos com “betacaroteno, zinco, vitamina H, ómega 3 e ómega 6”, que ajudam a “combater a secura da derme”.

Os cidadãos devem, assim, ter a preocupação de ingerir uma quantidade razoável de água, preferencialmente entre 1,5l a 3l de água, uma vez que a maior parte do nosso corpo é constituída por água. “Para que o nosso metabolismo funcione corretamente, necessita de um abastecimento suficiente de líquidos. Uma pele especialmente seca pode beneficiar imenso com isto”, salienta a Weleda, citada pel’O Sapo.

Sendo o betacaroteno eficaz na “prevenção da pele seca e envelhecida” é também aconselhado o consumo de frutas e legumes cor de laranja, como damascos e cenouras. “A cor brilhante destes alimentos indica os seus altos níveis de betacaroteno, um precursor da vitamina A”. 

Também os alimentos frescos ricos em biotina, também conhecida como vitamina B7 ou vitamina H, são aconselhados, uma vez que esta é “considerada como a vitamina cutânea por excelência”. Esta pode ser encontrada em alimentos como flocos de aveia, salmão, tomate, espinafres, produtos lácteos, gema de ovo bananas e nozes, um fruto seco especialmente rico em vitamina E, o que assegura uma melhor hidratação da pele.

“A pele seca e gretada que se sente apertada ou com comichão pode indiciar uma deficiência do oligoelemento zinco, que pode ser encontrado em rebentos de centeio e trigo, sementes de abóbora e girassol, queijos duros, peixe e carne, bem como nos flocos de aveia e lentilhas”, lê-se ainda na publicação.

O consumo de gorduras é também recomendado, desde que sejam “as certas”, como os ómega 3 não saturados de peixes gordos e os de origem vegetal das sementes de chia e do óleo de linhaça.

Entre os alimentos a evitar, a Weleda aconselha “tudo o que drene humidade do corpo”, como álcool cafeína no café e no chá, e sal em excesso, no caso de pele seca. “As gorduras trans nos alimentos fritos e cozinhados podem contrair as veias e assim dificultar a circulação sanguínea nas camadas mais profundas da pele”, completa.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/menu-seleccao-do-chef/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=181021-menu&utm_campaign=menuchef

Viva! no Instagram. Siga-nos.