RECHEIO 50 ANOS

Os 10 mercados de Natal mais populares da Europa

Os 10 mercados de Natal mais populares da Europa

O mês de dezembro é, regra geral, sinónimo de diversas experiências novas, a maior parte delas relacionadas com o Natal. Nestas, inserem-se quase sempre viagens, que culminam com visitas aos mercados natalícios, os eventos de rua, originários da Alemanha, que se caracterizam pela oferta de comida, bebida e atividades festivas.

Esta é, de resto, uma tendência que está cada vez mais intrínseca na sociedade portuguesa, que aproveita esta época para “patinar nas pistas de gelo [artificiais] com a família, comprar presentes artesanais em chalés de madeira e/ou petiscar guloseimas clássicas de inverno”.

A poucos dias de se celebrar mais um Natal, ainda marcado pela pandemia de covid-19, a VIVA! mostra-lhe quais são os mercados mais populares na Europa, para visitar assim que for possível, de acordo com a Holidu.

É na capital da Áustria, em Viena, que se situa aquele que é considerado o mercado de Natal mais popular da Europa. O “Mercado de Dezembro”, em Rathausplatz, festejou-se, pela primeira vez, em 1298 e ainda hoje continua a ser motivo de sucesso na cidade.  Em causa está “um elaborado paraíso de Inverno que se espalha em frente da dramática e neogótica Câmara Municipal”.

A cidade de Berlim, capital da Alemanha, assegura, por sua vez, o segundo lugar. O primeiro mercado de Natal da cidade data de 1530 e foi realizado em Alt-Berlin, um bairro situado na localidade berlinense de Mitte. Atualmente, existem já mais de 80 mercados de Natal em Berlim, que são mais procurados do que os de qualquer outra cidade europeia. O termo “Mercado de Natal de Berlim” atinge, em média, 3.300 procuras no Google todos os meses, segundo revela o motor de busca.

É em França que se encontra o terceiro lugar deste pódio, com a cidade francesa Estrasburgo a deter aquele que é o mercado mais antigo do país. O mercado de Natal existe desde 1570 e realiza-se, anualmente, entre o final de novembro e o dia 31 de dezembro, sendo, habitualmente, acompanhado de um cenário de neve fantástico.

Em quarto lugar, na lista dos melhores mercados, aparece a capital da Inglaterra, Londres. A cidade ostenta mais mercados de Natal do que qualquer outra cidade no Reino Unido, com cerca de 16 mercados festivos a acontecer. Além disso, é também o lar do maior ringue de patinagem ao ar livre do Reino Unido, montado em torno do icónico coreto vitoriano no coração do Hyde Park de Londres durante o período festivo.

A Alemanha aparece novamente destacada, devido aos mercados que acontecem em Munique, Frankfurt e Nürnberg, cidades que conquistam os quinto e sexto lugares dos melhores mercados de Natal da Europa. Foi na capital da Baviera, em Munique, que aconteceu o primeiro mercado de Natal oficial da Alemanha, e do mundo, em 1310.

Adicionalmente, também o Mercado de Natal de Frankfurt é uma das mais antigas festas de Natal alemãs, datada do ano 1393. Hoje em dia, é tão conhecida que a cidade inglesa, Birmingham, deu o seu próprio nome ao mercado de Natal alemão – “Frankfurt Christmas Market Birmingham”.

O mercado de Nürnberg tem também uma particularidade bastante interessante, apresentando um caldeirão, com 2,5 m de diâmetro e 3,4 m de altura, cheio com 9 mil litros de “Feuerzangenbowle” quente, uma bebida de Natal alemã que consiste numa mistura de vinho tinto, rum e açúcar.

O oitavo lugar da lista foi conquistado pelo mercado de Natal de Budapeste. Localizada no final da rua pedestre de Vaci, a Praça Vörösmarty costuma transformar-se num verdadeiro paraíso de Inverno logo a partir de meados de novembro. Além dos tradicionais cheiros de Natal de vinho de muller e canela, o certame também é reconhecido pelos aromas das especialidades húngaras, como rolos de couve recheados, ganso assado, foie gras e salsicha de pimenta grelhada. Já nos palcos ao ar livre e nas bancas de madeira, é possível contemplar vários artesãos a mostrarem as suas habilidades.

As cidades de Praga e Edimbugo foram eleitas as últimas cidades com os melhores mercados de Natal a visitar na Europa, alcançando, espetivamente, o nono e décimo lugares.

Os dois mercados mais famosos de Praga têm lugar na Praça da Cidade Velha (Staromestske Namesti) e na Praça Wenceslas e estão apenas a 5 minutos a pé um do outro. Por sua vez, o Festival de Inverno de Edimburgo reúne o seu mercado de Natal e o famoso Hogmanay, num período festivo cheio de luzes cintilantes, sons encantadores, sabores de criar água na boca e muita diversão…

Para encontrar as melhores cidades para os mercados de Natal, a Holidu reuniu uma lista de mais de 100 cidades na Europa, incluindo ainda a Inglaterra, apesar de já não lhe pertencer. Posteriormente, procedeu à análise do volume médio mensal de pesquisa, instagram hashtags e número de mercados de cada cidade.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=092022-carnepicadaangus&utm_campaign=sabordomes