PUB
Recheio 2024 Institucional

“Open Cinema” em Guimarães 2012 até domingo

“Open Cinema” em Guimarães 2012 até domingo

“Open Cinema” é, assim, o nome da sala de projeção que, ao transmitir películas escolhidas por operários da cidade, explora a cultura cinéfila vimaranense, estabelecendo uma ligação ao contexto fabril do concelho.
A iniciativa, comissariada por Gabriela Vaz-Pinheiro, reúne 11 projetos de 14 artistas – oriundos de oito países distintos, desde o Brasil e o Chile até à Polónia, Hungria e Índia. O processo de trabalho é desenvolvido na própria cidade de Guimarães, analisando o contexto local a partir de um determinado ângulo. Em comunicado, a organização da CEC 2012 explicou que o desafio lançado “consistia em olhar para as diferentes culturas que tinham existido em Guimarães durante o século XX e, a partir desse olhar, conceber um projeto artístico que traduzisse um ponto de vista pessoal e comprometido”.
“Nem tudo é eterno” de Emese Benczúr – que explora a noção do transitório e da instabilidade através de um painel iluminado com LED e luz solar –, “Fábrica Colapsável”, de Ângela Ferreira – série de esculturas baseadas em estruturas que podem ser colapsáveis –, e “Os Nossos Ossos: Ariadne” de Vasco Barata – conjunto de esculturas e projeção vídeo, que explora o passado ligado à geografia da cidade – são três dos projetos desenvolvidos no âmbito do ReaKt.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil