Santander Escolhas 2

Oito museus que tem mesmo de visitar no Porto e Gaia

Oito museus que tem mesmo de visitar no Porto e Gaia

A pandemia da covid-19 já deixou de ser uma preocupação e Portugal continua a ser um dos destinos mais procurados por turistas de todo o mundo. A região do Norte e Porto já conseguiram, inclusive, superar os números registados em 2019.

Tanto a cidade Invicta como Vila Nova de Gaia somam vários pontos atrativos para que os visitantes possam mergulhar na cultura e tradições e nem tudo se resume à zona da Ribeira, Torre dos Clérigos, Cais e Jardim do Morro.

Há muito para descobrir nestes dois concelhos vizinhos e, por esse motivo, a VIVA! reuniu oito museus que todos devem mesmo visitar antes de seguirem viagem para outros destinos.

Foto: Facebook Serralves

Museu e Fundação de Serralves
Começando pelo Porto destacamos em primeiro lugar o Museu e Fundação de Serralves.
O projeto, da autoria do arquiteto Álvaro Siza, teve início em 1991 e em 1999 foi inaugurado o novo edifício, no Parque e da Casa de Serralves.
Em 2012, o conjunto patrimonial do Museu e Fundação foi classificado como “Monumento Nacional”, uma classificação máxima que reconheceu o valor cultural, arquitetónico e paisagístico de Serralves, assim como todo o investimento que tem sido aplicado na sua valorização, animação e divulgação.
Além das exposições patentes, aqueles que decidirem visitar o Museu de Serralves irão poder descobrir as particularidades dos espaços que compõem esta obra arquitetónica e o Parque de 18 hectares, composto por jardins formais, matas e uma quinta tradicional.

Museu Nacional Soares dos Reis
Este é um dos mais relevantes museus nacionais, visto que possui uma vasta coleção de pintura dos séculos XVI ao XX, escultura, gravura, joalharia, ourivesaria, têxteis, cerâmica e vidro.
No caso da pintura destacam-se obras de grandes autores portugueses como Silva Porto, Henrique Pousão, António Carneiro, Amadeo de Souza-Cardoso e Aurélia de Souza.
Na visita a este museu também será possível observar a obra de Soares dos Reis, o artista que dá nome ao local. A escultura «O Desterrado» (1872) foi premiada com a Medalha de Ouro na Exposição Internacional de Madrid de 1881. O título e pose da figura masculina retratada em tamanho natural é habitualmente alvo de várias interpretações.

Facebook: Museu Nacional da Imprensa

Museu Nacional da Imprensa

Criado no ano de 1997 surgiu através da necessidade de se mostrar a história da imprensa e artes gráficas. Aqui, aqueles que o visitarem, terão acesso a uma exposição permanente com parte de um dos maiores espólios tipográficos do mundo.
São dezenas de máquinas que os visitantes podem manipular exercitando-se nas antigas artes da composição e impressão. Na Galeria de Exposições Temporárias sucedem-se mostras ilustrativas da importância social, educativa e cultural da imprensa e das artes gráficas.

Museu do Holocausto
O Museu do Holocausto do Porto (MHP) foi criado em 2021 pela Comunidade Judaica do Porto (CIP/CJP) em parceria com a B’nai B’rith International e museus do Holocausto em todo o mundo.
O espaço é tutelado por membros da Comunidade Judaica da cidade cujos pais, avós e familiares foram vítimas do Holocausto e integra-se numa estratégia de combate ao antissemitismo.
Os visitantes que forem a este museu terão a oportunidade de visitar uma reprodução dos dormitórios de Auschwitz, uma sala de nomes, um memorial da chama, corredores com a narrativa completa, fotografias e ecrãs com a exibição de filmes reais.

Foto: Parque Biológico

Centro Interpretativo do Património da Afurada
Este Centro, com área aproximada de 400 m2, é composto por uma exposição permanente e um centro de documentação local. O edifício, construído no mesmo local de antigos armazéns, recria o traço arquitetónico original. A exposição permanente procura, através de diversos módulos, mostrar a história e os costumes deste lugar característico de Vila Nova de Gaia. Neste espaço é possível ouvir entrevistas efetuadas a pescadores e varinas, ver os seus instrumentos de trabalho, o seu vestuário e inúmeros registos em vídeo e fotografia.

Foto: CM Gaia

Casa-Museu Teixeira Lopes | Galerias Diogo de Macedo
Na Casa-Museu estão expostas as obras de maior relevo de António Teixeira Lopes, incluindo exemplares de escultura monumental, tumular, arquitectónica, de vulto e de carácter religioso. O local permite ainda admirar o espólio de Artes Decorativas e de Pintura Portuguesa, revelador das tendências da época e da sensibilidade estética de Teixeira Lopes.
Inauguradas em 1975, as Galerias Diogo de Macedo, albergam a obra do escultor (1889-1959) e a sua significativa coleção de arte, destacando-se, pela qualidade plástica o núcleo de Pintura Modernista com obras de Amadeu Sousa Cardoso, Almada Negreiros, Dórdio Gomes, Francisco Franco, entre outros.

Foto: CM Gaia

Solar Condes de Resende
Residência senhorial rústica da época medieval, séc. XVI, e pertencente aos Condes de Resende, este lugar está diretamente ligado à vida e obra de Eça de Queirós, que casou com uma das filhas dos titulares. Deste Solar destaca-se a sua arquitetura, de estilo barroco regional português, e o seu jardim das camélias com algumas espécies centenárias e japoneiras, que envolvem um pequeno lago. O Núcleo Museológico de Arqueologia reúne aí um importante espólio de peças encontradas por todo o município e uma biblioteca onde é possível consultar o Arquivo Histórico Municipal.

Facebook: WOW

WOW – World of Wine
Localizado na Rua do Choupelo o World of Wine é composto por seis Museus, nove restaurantes, bares e cafés, uma escola de vinho, várias lojas, um espaço para exposições e outro para eventos.
Este local irá certamente proporcionar uma experiência distinta a todos aqueles os que visitarem, uma vez que possui temáticas tão diferentes como o chocolate, o vinho Rosé e uma das maiores coleções privadas de copos.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/comida-fresca-encomendas-de-natal/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=natal&utm_campaign=takeawaynatal