Recheio

Obrigado por me receberem tão bem

Obrigado por me receberem tão bem

Portugal entrou no meu coração em 1977. Estava então ao serviço da multinacional norte-americana Wrangler, como project leader em Bruxelas, quando então visitei este país maravilhoso. A paixão foi de tal forma arrebatadora que poucos anos bastaram para me mudar de armas e bagagens para Matosinhos. Sim, o Porto e Norte tinham de ser a minha nova residência.

Quer como jovem estudante de hotelaria, quer mais tarde como programador informático, corri a Europa de lés-a-lés e visitei muitos outros países no mundo inteiro. Mas creio que, além de Itália, claro, em nenhum outro me senti tão em casa como em Portugal.

Em Portugal, e em particular no Norte de Portugal, há uma sensação de familiaridade e hospitalidade que me faz recordar muito as gentes de Spoleto, a minha terra Natal. Aqui há sempre lugar para mais uma pessoa à mesa, há sempre comida para dar de jantar a mais uma pessoa que apareça em cima da hora. Rapidamente somos integrados no seio de uma família como se dela fizéssemos parte desde a nascença.

Existe, também, todo um respeito pela tradição culinária, pelos temperos, pelos sabores que as nossas avós preparavam, que rapidamente me fizeram sentir em casa. Apesar de durante uma década ter continuado a trabalhar em áreas diferentes da culinária – com a criação de várias marcas e empresas no setor têxtil português -, havia sempre um pequeno bichinho que me chamava novamente para a cozinha.

Não foi, por isso, para mim difícil perceber que fazia todo o sentido regressar às minhas tradições profissionais e trazer para Matosinhos a gastronomia italiana. No Sergio Crivelli – Ristorante Italiano queremos que os nossos clientes se sintam como se estivessem a jantar num restaurante em Itália. Não é só a decoração que nos transporta para o meu País. Ali tentamos recriar todo o ambiente de um almoço ou de um jantar num típico ristorante italiano.

A abertura do meu restaurante no Centro de Matosinhos, com o mar a poucos metros do nosso estabelecimento, pretende ser também uma homenagem e um agradecimento às gentes do Norte de Portugal que tão bem me receberam e tão bem acolheram a minha família. Pretende ser um obrigado por me deixarem fazer parte desta grande família que me acarinha como se tivesse nascido na Rua Brito Capelo em 1947 e tivesse passado os meus 73 anos entre as gentes de Matosinhos.

Obrigado por tão bem me receberem e acolherem na vossa terra. Espero, a cada prato que sirvo no meu estabelecimento, retribuir todo o carinho com que me brindam diariamente, sendo capaz de corresponder com a minha gastronomia italiana à excelência que a Sala de Jantar do Grande Porto tenciona servir a cada um dos seus visitantes!

Sergio Crivelli

Viva! no Instagram. Siga-nos.