CIN - Branco Perfeito

O seu negócio já aceita Contactless?

O seu negócio já aceita Contactless?

Aceita? Se o seu negócio ainda não aceita Contactless, fique connosco até ao fim deste artigo e perceba por que razão esta tecnologia de pagamentos está a tornar-se uma parte cada vez mais fundamental na faturação dos negócios portugueses.

A pandemia de Covid-19 não alterou apenas a forma como nos relacionamos com os outros. A quarentena obrigatória e as medidas sanitárias que nasceram nesse período alteraram profundamente hábitos de consumo e, consequentemente, o tipo de oferta que os negócios disponibilizam aos seus clientes e o modo como estes últimos efetuam o pagamento das suas compras.

Se, em março e abril, a migração de consumidores e negócios para as plataformas online levou a um crescimento abrupto das vendas e pagamentos no e-commerce, com o fim do confinamento obrigatório e a abertura da maioria das lojas físicas, o foco passou a incidir na segurança e higiene dos espaços comerciais e nos meios de pagamento colocados à disposição dos clientes.

Este último ponto levou, e leva, à afirmação da tecnologia de pagamentos contactless.

Pagamentos Contactless mais simples, higiénicos e em constante crescimento

Auxiliada pelas recomendações de DGS (Direção-Geral de Saúde) e Banco de Portugal para que os portugueses evitem o dinheiro físico e privilegiem os meios de pagamento sem contacto, sublinhada pela decisão deste último organismo em aumentar o valor máximo por transação através de cartões com tecnologia contactless de 20€ para 50€ sem que para isso seja necessário inserir o PIN (até um valor global de 150€ diários ou um máximo de 5 transações por dia), a tecnologia Contactless tem-se afirmado como o meio de pagamento de eleição dos consumidores e, de forma análoga, uma parte cada vez mais importante do total faturado dos negócios portugueses.

Pagamentos Contactless ultrapassam valores de 2019

De acordo com o relatório elaborado pela solução de conhecimento REDUNIQ Insights, só no mês de julho, os pagamentos contactless tiveram um crescimento de 262% face ao período homólogo. Atualmente, os pagamentos efetuados através desta tecnologia têm um peso de 26% na faturação total (24% em junho) dos negócios, enquanto em julho de 2019 essa percentagem era de apenas 6%.

Em termos de peso do Contactless por setor de atividade, esta tecnologia que permite o pagamento de um bem/serviço por aproximação de um cartão contactless a um terminal de pagamento, registou crescimentos médios a rondar os 30 pontos percentuais em quase todas as categorias.

O “pelotão” é liderado pela Restauração com 60% (23% em 2019), seguido pelo setor das Farmácias com 56% (15% em 2019) e Cabeleireiros (6% em 2019) e Artigos de Casa/Decoração (11% em 2019) ambas com 46%. Setores como a Saúde, Acessórios Automóveis e Oficinas e Saúde registaram os maiores “saltos” face ao ano anterior.

Em relação ao ticket médio (valor médio registado em cada transação), o documento não deixa margem para dúvidas um aumento generalizado deste valor em todos os setores de atividade, em especial para a área dos Eletrodomésticos & Tecnologia que passou de 43,21 euros em 2019 para 54,38 euros em julho de 2020 (dados até dia 18).

A maior higiene, rapidez e comodidade deste género de pagamentos não explicam na sua totalidade este fenómeno. De acordo com os dados que têm vindo a serem compilados pela REDUNIQ, tudo indica que as transações Contactless são já parte integrante do quotidiano dos consumidores e negócios portugueses naquilo que definem como um “comportamento que se democratizou”.

TPA físico com Contactless: solução para o retalho

Em linha com esta ideia, a REDUNIQ coloca ao dispor dos comerciantes um terminal de pagamento: TPA físico ou móvel, com tecnologia contactless integrada para que o pagamento seja processado de forma segura e higiénica.

Este TPA Contactless, para além de permitir transações mais rápidas e diminuir do risco de propagação do vírus, uma vez que o pagamento se efetua sem que cartão (ou wearables como smartphones, etc.) e terminal de pagamentos se toquem, também permite ao comerciante uma redução de custos com o manuseamento do dinheiro, transações médias mais elevadas e a garantia de que o pagamento se realmente se efetua.

Parte importante de qualquer equação que envolva transações financeiras, a segurança deste tipo de solução TPA está assegurada. Sendo a REDUNIQ a única empresa de aceitação de pagamentos em Portugal com a certificação PCI DSS, este terminal de pagamento automático, equipado com a mais recente e única tecnologia contactless em Portugal, garante-lhe que todo o processo de pagamento é verdadeiramente seguro em todas as suas dimensões e está apto a receber pagamentos de cartões / smartphones / wearables Contactless.

Os consumidores ditam as tendências, isto é inegável. Aconteceu com o aumento das compras online durante o confinamento obrigatório e acontece agora com os meios de pagamento Contactless. Com cada vez mais portugueses a optarem pelo Contactless e a gastarem mais em cada transação efetuada por intermédio desta tecnologia, os negócios, como se pode perceber pelo aumento explosivo do peso deste meio de pagamento na sua faturação global, só têm a ganhar com a aceitação do Contactless nos seus espaços.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes