Philips

Nova sede da Liga pronta em 2023. Projeto envolve investimento de 18 milhões de euros.

Nova sede da Liga pronta em 2023. Projeto envolve investimento de 18 milhões de euros.

Um edifício composto por sete andares, com um auditório com capacidade para mais de 400 pessoas, um centro de formação e investigação, um museu de competições profissionais, onde estarão representadas todas as “marcas que significam o Futebol Profissional em Portugal”, uma zona de futebol ITECH, onde poderão ser realizados os mais variados “testes de performance aos desportivas, recorrendo a tecnologias avançadas” e ainda uma “fun zone” com capacidade para mais de mil pessoas. Assim será a Arena Liga Portugal, apresentada, na segunda-feira, por Pedro Proença, presidente da Liga, em reunião de Câmara do Porto. 

A nova sede, localizada num terreno cedido pela autarquia portuense, na Rua de John Whitehead, em Ramalde, vai começar a nascer em junho do próximo ano, prevendo os responsáveis que as obras estejam concluídas em janeiro de 2023. 

“Este é um projeto que está a ser pensado e negociado há três anos e meio. Suscitou o interesse de muitos municípios, mas não fazia qualquer sentido que um projeto desta dimensão não ficasse sediado no Porto, casa do Futebol Profissional desde o ano de 1978″, afirmou o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFF). 

O projeto, que “vai respirar futebol”, corresponde a um investimento de 18 milhões de euro, assumidos pela instituição, e, além de outras valências, explicou Pedro Proença, permitirá ao município do Porto “tornar-se no primeiro a acolher a primeira licenciatura, a nível mundial, de Organização e Gestão no Futebol Profissional”, resultado de uma parceria com a Universidade Católica Portuguesa e a La Liga Espanhola. 

Segundo o responsável, o projeto “será autossustentável”, uma vez que o edifício “será pago através da receção de eventos nacionais e internacionais”. “Não ficará atrás de uma Casa da Música”, garantiu. 

De referir que o arranque do projeto , aprovado em reunião de Câmara, terá de ser igualmente aprovado em Assembleia Municipal do Porto. 

Foto: Miguel Nogueira | CM Porto

PUB
 www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=092022-bifedeatum&utm_campaign=sabordomes