Philips

Natal faz-se em “branco, verde e vermelho”

Natal faz-se em “branco, verde e vermelho”

Na próxima semana entramos no último mês do ano e começa, oficialmente, a contagem decrescente para aquela que é uma das noites mais mágicas, a noite de Natal. As casas começam a preparar-se a preceito, com as luzes a iluminarem as varandas e o “pisca-pisca” das árvores a sobressair entre as cortinas.

Veem-se árvores de Natal “espalhadas” pelas salas, presépios a acompanhar e os “sapatinhos” pendurados na chaminé, prontos a receber os presentes deixados pelo “Pai Natal” na noite de 24 para 25 de dezembro. Mas se, por acaso, ainda não entrou no espírito natalício, não se preocupe porque ainda vai a tempo…

De acordo com um artigo, publicado na habitissimo, a maior parte dos portugueses opta pelo período entre os feriados de 1 e 8 de dezembro para fazer a sua árvore, razão pela qual a plataforma reuniu um conjunto de dicas para ajudar os cidadãos a decorarem as suas casas para o Natal.

As cores eleitas para este ano são o “branco, verde e vermelho”, recuperando, assim, três cores bem tradicionais do Natal e uma, em particular, bastante popular do estilo nórdico, o branco. “É uma cor cada vez mais em «voga», que permite contribuir para uma atmosfera mais harmoniosa”, indica.

A grande protagonista da decoração casa é, como de resto vem sendo habitual, a árvore de Natal, que, cada vez mais, deixa de ser artificial para passar a ser natural, uma vez que há cada vez existem mais portugueses a utilizarem pinheiros verdadeiros, que, depois, são devolvidos à mãe natureza. Mas, independentemente da árvore que optar, a plataforma sublinha que o importante é “iluminá-la”, preferencialmente de acordo com a decoração usada na divisão onde está inserida. “Umas luzes mais quentes pedem cores mais intensas, como o vermelho, o laranja ou o castanho. Já a luz fria convida ao azul, por exemplo”.

No que respeita à mesa, esta convida às mesmas cores selecionadas para a decoração da árvore e do ambiente, ainda que possa ser também interessante a utilização de “algumas cores de contraste”, como o dourado ou o preto, nos guardanapos ou num dos pratos que estão na mesa.

No entanto, seja qual for o tipo de decoração selecionada, o importante é que cada família saiba viver a magia do Natal com o amor e a solidariedade que a ocasião pede…

PUB
www.pingodoce.pt/responsabilidade/premio-literatura-infantil/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=26112021-pli&utm_campaign=pli

Viva! no Instagram. Siga-nos.