CMPorto

Museu da Misericórdia do Porto apresenta “Alberto Giacometti – Peter Lindbergh. Capturar o Invisível”

Museu da Misericórdia do Porto apresenta

A exposição “Alberto Giacometti – Peter Lindbergh. Capturar o Invisível”, sobre o escultor suíço Alberto Giacometti, com fotografias do realizador e fotógrafo alemão Peter Lindbergh, é inaugurada esta quinta-feira, dia 15 de abril, no Museu e Igreja da Misericórdia do Porto.

Portugal recebe, pela primeira vez, “uma exposição que junta fotografias inéditas das obras de Alberto Giacometti, realizadas por Peter Lindbergh a uma seleção dos trabalhos de Giacometti, entre bronzes e desenhos, selecionados por Lindbergh que serão apresentados ao lado das fotografias”.

A mostra – cuja inauguração no MMIPO foi adiada de 2020 para 15 de abril deste ano – apresenta assim “o diálogo muito íntimo que ocorreu entre o fotógrafo e as obras do escultor, ao mesmo tempo que revela inúmeras semelhanças nas suas formas de apreender a representação da realidade”, lê-se na página do Museu e Igreja da Misericórdia do Porto (MMIPO).

Fascinado, desde jovem, pela obra e personalidade de Giacometti, Lindbergh foi convidado pelo Instituto Giacometti a fotografar a coleção, em 2017.

“Com forte ênfase em close-ups e impressões grandes, Lindbergh descobre, através da fotografia, aspetos das esculturas de Giacometti impossíveis de perceber a olho nu. Associando obras de diferentes períodos nas suas composições, o fotógrafo estabelece um diálogo através de períodos e estilos”, acrescenta o MMIPO.

Até agora apenas exposta no Instituto Giacometti, em Paris, a exposição “Alberto Giacometti – Peter Lindbergh. Capturar o Invisível” pode ser visitada no MMIPO até ao dia 24 de setembro.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes