PUB
CIN - Branco Perfeito

Museu da Misericórdia do Porto vai acolher peças únicas vindas de outras instituições

Museu da Misericórdia do Porto vai acolher peças únicas vindas de outras instituições

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O Museu da Misericórdia do Porto vai receber exposições de peças únicas, no âmbito de um protocolo com a Direção Geral do Património Cultural (DGPC), iniciando-se com a da escultura “Virgem da Misericórdia” patente até ao dia 3 de julho.

A diretora geral da DGPC, Paula Silva, afirmou, na cerimónia de assinatura do protocolo, que os museus não podem ser estruturas estáticas e que se limitam a mostrar aquilo que têm, mas tem de ter atividade.
“Este momento é de particular significado para o Museu da Misericórdia porque é uma forma de enriquecer o património cultural”, disse o provedor da Santa Casa do Porto, António Tavares.
No âmbito deste protocolo, o Museu da Misericórdia vai ter patente em exposição, até julho, a escultura de calcário em alto-relevo com vestígios de policromia “Virgem da Misericórdia”, da autoria de João de Ruão e datada de 1550.
A escultura, placa retangular de calcário esculpida em alto-relevo, é classificada como Tesouro Nacional e pertence ao acervo do Museu Nacional Machado de Castro, de Coimbra.
Paula Silva salientou que esta peça vai enriquecer o Museu da Misericórdia e torna-lo mais atrativo.
“Estes protocolos são fundamentais para que os museus sejam institutos de cultura e contribuam para o nosso desenvolvimento mental e social”, frisou.
Já o provedor da Misericórdia disse também estar disponível para desenvolver esta parceria e lhe acrescentar mais valor.
O Museu da Misericórdia do Porto, inaugurado a 15 de julho de 2015 e que recebe uma média de 85 a 100 visitantes por dia, reúne pinturas, paramentos, esculturas, peças de ourivesaria, documentos de mais de 500 anos de história e o quadro de Josefa de Óbidos “A Sagrada Família com São João Batista, Santa Isabel e Anjos”, adquirido num leilão da Sotheby’s, em Nova Iorque, por 250 mil dólares (228 mil euros).
O museu, que mostra ao público o património da Misericórdia do Porto, recebido por herança ou por aquisições, integra a rede europeia de museus.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil