Prémio de Literatura Infantil - PD

Movimento Sem Emprego agenda manifestações para 30 de junho

“Quem já não tem nada a perder, tem tudo a ganhar em lutar. Por isso, estamos a fazer o apelo para que contribuam para espalhar a palavra. Até dia 30 queremos cobrir as cidades de cartazes, entupir as redes sociais e meter um panfleto na mão de cada desempregado e precário”, afirmou Ana Rajado, geógrafa desempregada, num plenário organizado pela Plataforma 15 de Outubro.

De acordo com a ativista, o movimento está otimista em relação ao protesto, pretendendo contactar organizações “que se mostram contra as políticas de austeridade do governo”, incluindo “sindicatos, movimentos sociais e a Associação 25 de Abril”. A entidade, que atua em grande parte através das redes sociais, vai também organizar piquetes de colagem de cartazes e de distribuição de panfletos em Lisboa e no Porto, prevendo ainda a realização de plenários em outras cidades do país, de modo a mobilizar um maior número de desempregados.
PUB
www.youtube.com/watch?v=sGBN85XLjXI/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=natal