PUB
CIN - Branco Perfeito

Morte assistida em debate no Porto

Morte assistida em debate no Porto
A Ordem dos Médicos do Norte vai receber, esta terça-feira, o debate “Dignidade no fim de vida”, que contará com a presença de várias figuras conhecidas nesta área da saúde.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O presidente da Ordem dos Médicos/Norte, Miguel Guimarães, disse, a propósito da participação na conversa, que os médicos “não podem nem devem ficar indiferentes” ao debate que está a acontecer na sociedade civil sobre todas as questões relacionadas com a dignidade no fim de vida.
O responsável afirmou que é necessário discutir ideias em torno de “uma matéria tão delicada e complexa, como a dignidade perante a morte”.
Desde que o movimento cívico “Direito a morrer com dignidade” apresentou há cerca de duas semanas o manifesto subscrito por mais de uma centena de figuras públicas, o tema suscitou uma ampla discussão e várias reações, nomeadamente no campo político, com o PS a afirmar-se aberto para o debate, mas defendendo que ainda é cedo para uma intervenção do parlamento, ou o PSD, para o qual o tema é importante, mas não prioritário.
O movimento lançou, há cerca de uma semana, uma petição pela despenalização da morte assistida dirigida à Assembleia da República que já foi assinada por mais de 700 pessoas.
“Defendemos a despenalização e regulamentação da Morte Assistida como uma expressão concreta dos direitos individuais à autonomia, à liberdade religiosa e à liberdade de convicção e consciência, direitos inscritos na Constituição”, pode ler-se no texto da petição.
Numa conversa moderada pela jornalista Paula Rebelo, estarão presentes o bastonário da Ordem dos Médicos, Jaime Teixeira Mendes, mas também Edna Gonçalves, Isabel Ruivo, António Sarmento e Rui Nunes.
O debate tem início às 21h30 e a entrada é aberta ao público.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem