Sabor do mês PD - peixe

MHNC-UP torna-se membro da “Aliança” europeia pela defesa do ambiente

MHNC-UP torna-se membro da

O Museu de História Natural e Ciência da Universidade do Porto (MHNC-UP), incluindo o seu Jardim Botânico e o Salão da Biodiversidade – Ciência Viva Center, é a primeira instituição portuguesa a tornar-se membro oficial da Aliança Global “United for #Biodiversity” (Unidos pela #Biodiversidade), promovida pela Comissão Europeia, anunciou o equipamento.

A iniciativa, lançada no Dia Mundial da Vida Selvagem 2020 pelo Comissário Europeu para o Ambiente, Virginijus Sinkevicius, tem como objetivo mobilizar museus de história natural e ciência, centros de ciência, jardins botânicos e zoológicos, parques, aquários, e centros de investigação, entre outros, para que se façam ouvir no que diz respeito ao combate à crise ambiental.

Com a EU Green Week [Semana Verde da União Europeia] a arrancar oficialmente esta segunda-feira, 19 de outubro, em Lisboa, Capital Verde Europeia 2020, o MHNC-UP junta-se a este movimento no sentido de alertar os líderes mundiais para a necessidade de agir de forma urgente e imediata na proteção da natureza, tanto a nível local como global.

Numa altura em que a ciência nos avisa de “que 1 milhões de espécies estão em risco de extinção dentro de anos devido a atividades humanas, comprometendo o futuro da Humanidade, precisamos de unir todas as forças antes da crucial Conferência de Biodiversidade das Nações Unidas (COP15) em 2021”, diz o MHNC-UP.

“A nossa única hipótese de superar a crise global da perda de biodiversidade depende da cooperação e unidade”, acrescenta o museu da U.Porto, apelando a “todos os outros museus de história natural e ciência, aquários, jardins zoológicos e botânicos em Portugal e em todo o mundo para unir forças nesta importante iniciativa”.

Depois do Royal Belgian Institute of Natural Sciences (Bélgica, do Biotopia de Munique (Alemanha), e do Koenig Museum em Bona (Alemanha), o MHNC-UP é assim o quarto museu de história natural e ciência a associar-se oficialmente à Aliança Global “United for #Biodiversity”.

Até ao final de 2020, espera-se que mais de 500 instituições se associem a esta iniciativa.

De recordar que o Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto foi estabelecido formalmente no final de 2015, em resultado da fusão do Museu de História Natural da U.Porto e do Museu da Ciência da U.Porto/Núcleo da Faculdade de Ciências da U.Porto.

A sua principal missão é a de “promover o desenvolvimento e a disseminação de conhecimento sobre evolução, diversidade e convergência entre o mundo natural e o cultural”, ao mesmo tempo que procura “despertar a curiosidade acerca dos fenómenos naturais e culturais e contribuir para a sua compreensão”. “No MHNC-UP estudamos o mundo, para podermos contar as mais fantásticas histórias sobre a vida, estimulando o diálogo entre arte, ciência e tecnologia”, indica.

Atualmente, o MHNC-UP dispõe de um polo localizado nas instalações do Edifício Histórico da Reitoria (polo central), e um outro, que engloba a Galeria da Biodiversidade – Centro de Ciência Viva e o Jardim Botânico do Porto.

Foto: MHNC-UP

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes