PUB
Recheio 2024 Institucional

Metro do Porto compra 18 novos veículos a empresa chinesa

Metro do Porto compra 18 novos veículos a empresa chinesa

O Conselho de Administração da Metro do Porto aprovou o relatório final do júri do concurso público internacional para a aquisição de material circulante, validando a adjudicação à empresa chinesa CRRC Tangsthan.

De acordo com o comunicado divulgado, os 18 novos veículos que vão chegar, previsivelmente entre 2021 e 2023, vão poder operar comercialmente nas diversas linhas da rede, cumprindo todas as normas operacionais e de segurança. Com uma lotação de 252 lugares, 64 dos quais sentados, estas composições “vão ter duas cabines e funcionar em modo bidirecional (como as atuais), atingindo uma velocidade máxima de 80 km/hora”.

Segundo a Metro do Porto, “as propostas dos candidatos foram avaliadas nos critérios preço, a valia técnica e design (incluindo este ponto aspetos como capacidade, conforto e acessibilidade)”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Recorde-se que este reforço, que envolve um valor global de 49,6 milhões de euros, “totalmente financiado pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente e da Ação Climática”, acontece perante o “aumento da procura que o sistema tem vindo a registar de forma muito consolidada ao longo dos últimos meses” assim como devido ao alargamento da rede, que terá uma nova linha no Porto – entre S. Bento e a Casa da Música, a Linha Rosa -, e que verá a Linha Amarela prolongada a sul, entre Santo Ovídio e Vila d’Este, em Vila Nova de Gaia.

As empreitadas para as novas linhas deverão arrancar em breve, sendo que as obras de construção vão decorrer até 2023.

Recorde-se que estas novas linhas vão acrescentar seis quilómetros e sete estações à rede, representando um investimento global na ordem dos 300 milhões de euros.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem