CIN - Branco Perfeito

Meia Maratona do Porto regressa à estrada na próxima semana

Meia Maratona do Porto regressa à estrada na próxima semana

Depois de uma paragem forçada, devido à pandemia de covid-19, a Meia Maratona do Porto regressa à estrada já na manhã do próximo dia 19 de setembro, domingo, para uma edição especial, que vai aliar as versões presencial e digital.

“Será a primeira Meia Maratona híbrida do país, já que a par da corrida presencial, que há muito ansiávamos, vamos também realizar uma versão virtual, para que todos aqueles que queiram participar possam fazê-lo em qualquer parte do mundo”, revelou Jorge Teixeira, diretor geral da Runporto, durante a apresentação oficial da prova.

Mas as novidades não ficas só por aqui. Nesta 14.ª edição, o percurso de 21,097 quilómetros, feito pela zona ribeirinha de Porto e Vila Nova de Gaia, terá início num novo ponto de partida instalado na Rua do Ouro. O objetivo é estar mais próximo do local habitual da chegada dos participantes, o Jardim do Calém (Fluvial), evitando assim os habituais shuttles/autocarros, avança a empresa municipal Ágora, que apoia a iniciativa.

Além disso, a 14.ª edição Hyundai Meia Maratona do Porto está limitada a um número máximo de cinco mil participantes, não permite a presença de atletas estrangeiros e não conta, este ano, com a prova da mini maratona de 6 quilómetros.

Para Catarina Araújo, vereadora da Juventude e Desporto da Câmara do Porto, o anúncio da prova é sinónimo de felicidade, uma vez que “é um sinal importante de estarmos a caminho da normalidade”. “Depois de tanto tempo e de tantos sacrifícios, podemos finalmente dar este sinal de vida e voltar a correr presencialmente nas ruas da nossa cidade. É um regresso ainda com algumas condicionantes, mas mostra que é possível realizar estes eventos com a mesma qualidade de sempre e com a segurança que o atual momento exige”, apontou.

Por sua vez, também o vereador do Desporto da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia manifestou a mesma alegria “com a retoma das provas de rua” e desejou que esta edição possa ser “uma prova modelo”, capaz de “inspirar outras organizações”.

De forma a evitar concentrações, a organização explicou que os participantes serão divididos em cinco grandes grupos na maior zona de partida de sempre, numa extensão de quase 750 metros.

Em causa está a implementação de um rigoroso plano de contingência, articulado entre a USP Porto e a Direcção-Geral de Saúde (DGS), que, além da apresentação do certificado de vacinação digital ou de um teste negativo à covid-19, prevê ainda a mediação de temperatura de todos os participantes.

Os interessados em participar na Meia Maratona do Porto podem inscrever-se na página oficial da Runporto.

fotografia: Porto.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes