Comida Fresca - Dia dos Namorados - PD

Mau tempo cancela festejos de passagem de ano no Porto

Mau tempo cancela festejos de passagem de ano no Porto

As celebrações marcadas para a noite da passagem de ano no Porto, Gaia e Matosinhos vão ser canceladas devido ao mau tempo.

Em nota de imprensa, a autarquia do Porto adianta que as previsões da Proteção Civil para os três municípios da Frente Atlântica apontam para um agravamento das condições meteorológicas, com chuva forte, vento e agitação marítima, precisamente durante a noite deste sábado, dia 31 de dezembro, e a madrugada do dia 1 de janeiro.

Seguindo as recomendações da Proteção Civil e os avisos à população, os presidentes dos diferentes municípios, Rui Moreira, Eduardo Vítor Rodrigues e Luísa Salgueiro cancelam os festejos musicais, realizados no exterior, e pirotécnicos marcados para a noite de réveillon, nas respetivas cidades.

De acordo com informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) encontra-se previsto vento forte, com rajadas até 80 km/h entre as 21h desta sexta-feira e as 9h de amanhã, dia 31 de dezembro.

Quanto à precipitação, é esperada a ocorrência de chuva persistente e por vezes forte para os dias 31 de dezembro e 1 de janeiro de 2023, sábado e domingo respetivamente, com avisos amarelo e laranja. O período mais crítico, que corresponde à duração do aviso laranja, encontra-se previsto entre as 00h e as 12h de dia 1 de janeiro, domingo.

Quanto à agitação marítima, com ondas de oeste-sudoeste com 4 a 4,5 metros, esta encontra-se prevista entre as 12h de dia 31 de dezembro, sábado, e as 12h de dia 1 de janeiro, domingo.

Deste modo, a Proteção Civil recomenda à população a tomada das necessárias medidas preventivas e de proteção e a adoção de comportamentos adequados que permitam minimizar o risco existente, nomeadamente:

• A adoção de uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias ou com a redução da visibilidade e ao não atravessamento de zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;

• O respeito pelos perímetros de segurança estabelecidos junto da orla costeira e acessos aos molhes, no Porto, Gaia e Matosinhos, ou outros que venha a ser necessário implementar;

• Estão desaconselhados os tradicionais banhos de mar do dia 1 de janeiro;

• Evitar proximidade de linhas de água de pequenas ou grandes dimensões;

• Especial atenção na circulação, permanência e estacionamento junto a áreas arborizadas, devido à possibilidade de queda de ramos ou árvores, em virtude do vento forte e da forte saturação dos solos.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sabe-bem-poupar-todos-os-dias/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=27012023-edicao71utm_campaign=sabebem