CIN - Branco Perfeito

Matosinhos implementa em 2021 projetos distinguidos no Concurso de Cidadania Jovem

Matosinhos implementa em 2021 projetos distinguidos no Concurso de Cidadania Jovem

“PASso – Prevenção do Aliciamento Sexual Online”, “Plogging no Rio Leça” e “Jogos de Tabuleiros nas Escolas do Concelho de Matosinhos” foram os projetos vencedores da 1.ª edição do Concurso de Cidadania Jovem.

Incentivar o associativismo e uma cidadania participativa ativa foi o mote para a Câmara Municipal de Matosinhos lançar este ano a primeira edição do Concurso de Cidadania Jovem.

O Concurso, cujas candidaturas decorreram entre 7 de setembro e 31 de outubro, pretendia distinguir três projetos desenvolvidos por associações juvenis e/ou de estudantes e/ou organizações equiparadas do concelho, atribuindo a cada, um valor máximo de cinco mil euros, para o seu desenvolvimento e implementação durante o próximo ano.

Participaram 24 associações, tendo sido validadas 15 candidaturas. Destas, o júri, constituído por elementos da autarquia, Instituto Português do Desporto e Juventude, e Federação Nacional das Associações Juvenis, destacou três projetos “pelo caráter inovador das estratégias a implementar, pela relevância das temáticas a abordar e pelo forte envolvimento da comunidade juvenil”.

Foram assim premiados os projetos “PASso – Prevenção do Aliciamento Sexual Online”, apresentado pela APF – Associação para o Planeamento da Família, e que visa colmatar a falta de informação sobre o Grooming Online (aliciamento sexual de menores online) junto da comunidade escolar de Matosinhos; o projeto “Plogging no Rio Leça”, da Junta do Núcleo Litoral, Região do Porto – Corpo Nacional de Escutas, que pretende contribuir para a despoluição do rio Leça, envolvendo os escuteiros pertencentes aos vários agrupamentos do concelho; e ainda o projeto “Jogos de Tabuleiros nas Escolas do Concelho de Matosinhos”, da Associação GBP – Grupo de Boardgamers do Porto, que incide na organização de tardes de jogos de tabuleiro nas escolas de Matosinhos.

De acordo com a Câmara de Matosinhos, o pagamento do prémio será feito em duas fases: “80% do valor será antecipado para fazer face ao investimento inicial para a implementação do projeto e a restante verba (20%) será disponibilizada após a apresentação de um relatório discriminado do projeto com a concretização dos objetivos e das iniciativas propostas, bem como documentos comprovativos da aplicação do valor do prémio”.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem