Philips

Matosinhos anuncia fim do projeto “Matosinhos.come”

Matosinhos anuncia fim do projeto “Matosinhos.come”

Depois de seis meses a entregar refeições ao domicílio no concelho e nos concelhos limítrofes, num total de 54 uniões de freguesias de Vila do Conde, Maia, Valongo, Gondomar, Porto e Vila Nova de Gaia, através de uma parceria com a “Cooperativa de Táxis”, o projeto “Matosinhos.come” chegou ao fim. 

O término ocorreu no passado domingo, 2 de maio, “na sequência da entrada na nova fase do plano de desconfinamento traçado pelo Governo”, explicou a Câmara Municipal de Matosinhos. 

No total, a medida, criada com o objetivo de apoiar um dos setores mais afetados pela pandemia de covid-19, a restauração, envolveu cerca de 250 estabelecimentos aderentes, com uma frota de 75 táxis, e gerou um “impacto económico superior a 600 mil euros na economia de Matosinhos”. 

Entre novembro de 2020, altura em que arrancou o projeto, e maio de 2021 o “Matosinhos.come” entregou cerca de 16 mil refeições.

Esta foi apenas uma das várias medidas de apoio ao setor implementadas pela autarquia matosinhense, que disponibilizou também, a título gratuito, 50 mil embalagens de takeaway a cerca de 150 restaurantes e permitiu o alargamento das esplanadas e a ocupação parcial dos passeios adjacentes aos estabelecimentos de restauração.

Atualmente, o município tem em vigor um novo evento gastronómico, o “Menu – Degustar Matosinhos!”, que convida a experimentar as iguarias dos vários restaurantes de Matosinhos.

Os espaços aderentes apresentarão, até ao final do mês de maio, menus de degustação [compostos por entrada, prato principal e sobremesa], com preços a variar entre os 15, 25 e 35 euros. 

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes