CMPorto

Maioria dos proprietários portugueses não limpa terrenos nem tem dinheiro para o fazer

Maioria dos proprietários portugueses não limpa terrenos nem tem dinheiro para o fazer

Um estudo da plataforma Fixando junto dos proprietários portugueses a propósito da limpeza dos terrenos revelou que a maior parte (44%) ainda não efetuou qualquer limpeza. 

Dos 1780 inquiridos, 31% afirmou não ter dinheiro para o fazer, 21% salientou não conhecer quem o faça e 19% não ter disponibilidade para realizar a ação. Além disso, houve ainda uma percentagem de portugueses (17%) que destacou que a meteorologia não tem sido favorável para efetuar a respetiva limpeza.  

O inquérito, realizado entre os dias 17 e 22 de fevereiro, mostrou ainda que 65% dos portugueses desconhece que a coima pode ascender a 120 mil euros em caso de incumprimento, embora admita concordar com a lei. 

Segundo a Fixando, o valor gasto, em média, pelos portugueses para efetuarem a limpeza dos terrenos é de 375 euros por ano, sendo que, cada vez mais, há quem opte por fazê-lo sozinho (40%). Apenas 35% recorre a profissionais. 

Ao realizar uma análise ao setor, a plataforma verificou ainda que a procura por profissionais de limpeza de terrenos caiu 63% este ano face a 2020. Uma quebra, que, segundo Alice Nunes, diretora de desenvolvimento de negócio, poderá estar relacionada com “uma quebra generalizada dos rendimentos, aliada ao confinamento”.  De recordar que a lei determina que os terrenos devem estar limpos até 15 de março.

Viva! no Instagram. Siga-nos.