Santander Escolhas 1

Maioria dos portugueses tenciona fazer compras de Natal nos centros comerciais

Maioria dos portugueses tenciona fazer compras de Natal nos centros comerciais

Os dados são do Observador Cetelem que, através de um estudo realizado a 600 pessoas, entre os 18 e os 74 anos, residentes em Portugal Continental concluiu que, à semelhança dos anos anteriores, as compras de Natal são realizadas maioritariamente em lojas de centros comerciais (76%), valor que representa uma subida de 6% em relação a 2018.

Já em super/hipermercados são feitas 41% das compras, verificando-se uma ligeira quebra de 4% em relação ao ano passado (45%). Uma quebra que acontece também no comércio tradicional, que apresenta menos 2% de procura face ao ano passado.

A investigação mostrou ainda que, este ano, a internet ganhou relevo nas compras de Natal, com 10% a recorrer a plataformas online para o fazer, o que representa um aumento de 7% face ao ano transato. “Online, os portugueses procuram comprar principalmente vestuário (53%), com uma subida substancial face a 2018 (19%), produtos culturais como livros e CD’s, (46%, valor que desceu comparado a 2018, 81%) e brinquedos (44% face aos 38% em 2018). Os perfumes encontram-se em quarto lugar com 28%”, destaca a nota divulgada.

No entanto, apesar do número de inquiridos que escolhe a internet para comprar os seus presentes ter aumentado, o valor que pretendem gastar nas compras online diminuiu cerca de 69€ face a 2018, cujo valor estimado era de 203€. Este ano, os portugueses esperam gastar apenas 134€.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/um-regresso-saboroso-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=23092022-edicao69utm_campaign=sabebem