CMPorto

Maia e Matosinhos pedem novos acessos a centro logístico do aeroporto do Porto

Maia e Matosinhos pedem novos acessos a centro logístico do aeroporto do Porto

“É complicado quando um organismo, como a ANA, resolve fazer investimentos sem os articular com a economia local, ao contrário da Administração dos Portos do Douro e Leixões (APDL), que tem procurado perturbar o menos possível”, notou o autarca de Matosinhos, Guilherme Pinto. Segundo Bragança Fernandes, presidente da câmara da Maia, o centro logístico é responsável pelo aumento do número de camiões que diariamente circulam em Pedras Rubras, zona que já era congestionada.
Os autarcas relembram, assim, que já pediram ao anterior Governo a construção de uma ligação direta do centro logístico de carga aérea à autoestrada A28. “Já pedimos a este Governo, mas já o tínhamos feito ao anterior, apresentando um desenho (com propostas de ligação à A28)”, referiu Bragança Fernandes.
Por sua vez, em resposta à Lusa, a ANA – Aeroportos de Portugal defendeu que “todos os investimentos relevantes que realiza nas suas infraestruturas são articulados com as entidades regionais e locais”, garantindo que o caso do centro logístico não foi exceção. “Os acessos ao centro logístico são os mesmos que servem o aeroporto em geral e não foram alterados”, sendo que “as empresas beneficiam das acessibilidades nacionais ou municipais nos termos em que qualquer contribuinte beneficia”, sublinhou a empresa.
PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca/encomendas/menu-seleccao-do-chef/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=menuchef