PUB
Recheio 2024 Institucional

Maestro Borges Coelho é o próximo Doutor Honoris Causa da U.Porto

Maestro Borges Coelho é o próximo Doutor Honoris Causa da U.Porto
Na próxima segunda-feira, dia 3 de julho, a Universidade do Porto vai atribuir o título de Doutor Honoris Causa ao maestro José Luís Borges Coelho, fundador e diretor do Coral de Letras da Universidade do Porto e autor de uma vasta obra de estudo e divulgação da música portuguesa.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A decorrer no Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Porto (Praça Gomes Teixeira, aos Clérigos), a partir das 11 horas, a cerimónia de atribuição do Doutoramento Honoris Causa será presidida pelo Reitor Sebastião Feyo de Azevedo e contará com as intervenções de Paulo Vaz de Carvalho, guitarrista e professor da Universidade de Aveiro, que proferirá o elogio ao doutorando, e de José Paiva, diretor da Faculdade de Belas Artes da U.Porto, que assume o papel de padrinho do doutorando.

O percurso
Natural de Murça, onde nasceu em 1940, avança comunicado da instituição, José Luís Borges Coelho concluiu o Curso Superior de Canto do Conservatório de Música do Porto e a licenciatura em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
Foi aí que, “em 1966, ainda enquanto estudante universitário, fundou o Coral de Letras da Universidade do Porto, grupo que ainda hoje dirige. Maestro de méritos reconhecidos, José Luís Borges Coelho dirigiu também o Coro Misto Sacro de S. Tarcísio, o Orfeão Universitário do Porto, o Coro do Círculo Portuense de Ópera (1983-1994) e o Ensemble Clepsidra, tendo-se destacado pelo seu trabalho no estudo da música portuguesa e, em particular, da música coral de Fernando Lopes Graça”, pode ler-se no comunicado.
O “incansável trabalho, de excecional qualidade” desenvolvido pelo maestro Borges Coelho na direção do Coral de Letras, “divulgando e promovendo a Universidade do Porto a nível nacional e internacional há mais de 50 anos” foi a razão invocada pelo Reitor da Universidade do Porto para a atribuição deste Doutoramento Honoris Causa.
Refira-se que, docente de várias escolas preparatórias e secundárias do Grande Porto e em diversas instituições dedicadas à música e ao teatro, José Luís Borges Coelho foi presidente do Conselho Diretivo do Liceu Alexandre Herculano (Porto) e do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga, assim como diretor pedagógico da Academia de Música de Viana do Castelo e da Cooperativa de Ensino Superior Artístico Árvore (Porto).
Presidiu também ao Conselho Científico da ESMAE — Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto. José Luís Borges Coelho fez  também parte dos Conselhos Gerais da Culturporto, da Fundação para o Desenvolvimento Social do Porto, do Instituto Politécnico do Porto e do Conservatório de Música do Porto e da Cooperativa Árvore, tendo integrado o Conselho de Administração da Sociedade Porto 2001 e da Fundação Casa da Música (2006-2013).
Entre as distinções que acumulou ao longo da carreira incluem-se “o Galardão de Mérito Associativo da Associação das Coletividades do Concelho do Porto, e a Medalha de Mérito, Grau Ouro, atribuída pela Câmara Municipal do Porto”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil