PUB
Junta da Galiza

João Soares demite-se do Ministério da Cultura

João Soares demite-se do Ministério da Cultura

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O até então ministro da Cultura, João Soares, pediu a demissão esta sexta-feira de manhã após o post polémico publicado no seu Facebook na quinta-feira, onde dizia que os dois colunistas do Público, Augusto M. Seabra e Vasco Pulido Valente, mereciam uma bofetadas.

João Soares não resistiu à pressão, depois de um dia de enorme polémica e que terminou com o primeiro-ministro, António Costa, a pedir desculpa e a avisar que os ministros têm de ter cuidado com o que dizem.
“Torno público que apresentei esta manhã ao senhor primeiro-ministro, António Costa, a minha demissão do XXI Governo Constitucional. Faço-o por razões que têm a ver com a minha profunda solidariedade com o Governo e o primeiro-ministro, e o seu projeto político de esquerda”, afirmou João Soares num comunicado enviado à agência Lusa.
António Costa anunciou que aceitou a demissão.
“Naturalmente aceitei o seu pedido de demissão”, disse o primeiro-ministro, afirmando que respeita a “avaliação” de João Soares e que a decisão de se demitir é “totalmente exclusiva” do agora ex-ministro.
João Soares sublinhou, no comunicado, “o privilégio que representou” ter integrado este Governo. “E ter trabalhado com o primeiro-ministro, a quem agradeço a confiança. Demito-me também por razões que têm a ver com o meu respeito pelos valores da liberdade. Não aceito prescindir do direito à expressão da opinião e palavra”, acrescentou.
O primeiro-ministro afirmou que o nome do próximo ministro da Cultura será anunciado dentro de dias, agradecendo o contributo de João Soares dado até ao momento.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil