Sogrape

Já é conhecida a programação 2021/2022 do Teatro Municipal do Porto

Já é conhecida a programação 2021/2022 do Teatro Municipal do Porto

O Teatro Municipal do Porto (TMP) apresentou, nesta quarta-feira no auditório do Teatro Campo Alegre, a programação para os primeiros meses da temporada 2021/2022.

Na sessão de apresentação, Tiago Guedes, diretor do Teatro Municipal do Porto, começa por referir que “podemos esperar uma temporada onde os nossos eixos de ação se fortalecem: a programação internacional de dança e o apoio em coprodução às companhias e artistas da cidade. Um apoio mais robustecido, para apoiar de facto o que de melhor se faz na cidade” apontando para os meses de setembro a dezembro.

Na apresentação, esteve também presente Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, que começou por apresentar o balanço temporada que agora termina referindo que “foi uma temporada na qual o TMP concretizou, materializou e reforçou a sua missão”. Não apenas pelo “estreito diálogo com artistas e companhias, para que os muitos projetos que se viram adiados na primeira metade de 2020, devido à pandemia, pudessem ser apresentados ao longo desta temporada”, mas também pela “capacidade e qualidade na resposta aos desafios que advieram da pandemia, nomeadamente no que diz respeito à manutenção dos vínculos e das dinâmicas com os artistas e com os públicos”.

Entre setembro de 2020 e o final do mês de julho, o TMP contou 110 “62 dos quais de artistas e companhias que trabalham a partir da cidade”, 116 transmissões online e “e outras atividades, o que comprova também a importância e a crescente atenção dedicada a esta vertente, que veio para ficar” sublinhou o autarca.

Nas 116 transmissões online ultrapassaram-se as 118 mil visualizações, a partir de países como Brasil, Reino Unido, Luxemburgo, Alemanha, Dinamarca, Itália, Finlândia, Espanha, Noruega, Suíça, Países Baixos e Estados Unidos da América.

“Ainda sem a totalidade de espetáculos definida e contabilizada, serão apresentados cerca de 118 espetáculos, 60 dos quais de artistas e companhias que trabalham a partir da cidade” garante Rui Moreira ao referir-se à temporada 2021/2022.

O investimento na programação da temporada ronda os 1.7 milhões de euros, distribuídos entre o Teatro Municipal do Porto, o Festival DDD – Dias da Dança e o Campus Cunha e Silva.

Durante a sessão, Tiago Guedes, levantou o pano e revelou alguns destaques para a temporada que se avizinha como criações de Jan Martens, Marlene Monteiro Freitas, Vera Mantero, Dimitris Papaioannou e Maguy Marin e Ensemble – Sociedade de Actores.

Dada a situação pandémica, e com a experiência deste ano, o TMP revelou que “com os teatros fechados, o online funcionou muito bem. E funcionou para além dos limites do concelho. Falo do país e até sem ser do país. Através do online, há muito público, em todo o lado, que pode aceder à nossa programação. Decidimos que o TMP passaria a ter presença física e online sempre. Claro que o online não replica tudo o que vamos apresentar, mas há sempre âncoras da nossa programação que são apresentadas”.

Pode consultar todos os destaques da programação aqui.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/natal-a-mesa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=181121-sabebem64&utm_campaign=sabebem

Viva! no Instagram. Siga-nos.