CMPorto

Índice de Rendas Residenciais volta a ceder. Porto teve primeira queda em cinco anos.

Índice de Rendas Residenciais volta a ceder. Porto teve primeira queda em cinco anos.

Os dados são da Confidencial Imobiliário que, desde 2010, acompanha este mercado. De acordo com a informação revelada, relativamente ao terceiro trimestre, no Porto, a “variação homóloga mantém-se positiva, mas numa travagem muito expressiva do ritmo de crescimento, que passou de 6,5% no segundo trimestre para 1,7% no terceiro”. 

Em termos trimestrais, o mercado do Porto regista a primeira descida em cinco anos, com uma redução de 2,2% nas rendas no terceiro trimestre. 

Por sua vez, Lisboa, entre julho e setembro, assistiu à maior queda dos últimos dez anos. “As rendas de habitação em Lisboa desceram 11,1% no terceiro trimestre face ao período homólogo. Trata-se da descida mais acentuada desde que o Índice de Rendas Residenciais da Confidencial Imobiliário acompanha este mercado”, lê-se na informação divulgada. 

No que respeita à comparação trimestral, as rendas em Lisboa voltaram também a recuar no terceiro trimestre, descendo 3,9%, naquela que é “a terceira descida em cadeia consecutiva”.   

No total do mercado português, a Confidencial Imobiliário revela que a variação homóloga no terceiro trimestre manteve-se em 2,2%, depois de perder expressão do primeiro para o 2º trimestre (de 8,2% para 2,4%). “Na comparação trimestral verifica-se nova contração, com uma variação de -0,1% no terceiro trimestre”, conclui.   

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/livro-de-receitas-desperdicio-zero/?utm_source=vivaporto&utm_medium=mrec&utm_term=mrec&utm_content=231020-duplicacaoselos&utm_campaign=desperdiciozero

Viva! no Instagram. Siga-nos.