PUB
Santander Saúde

Incêndio em armazém da Maia fez cinco feridos

Incêndio em armazém da Maia fez cinco feridos
O incêndio que deflagrou esta quarta-feira de manhã num armazém de lavagem de camiões de transporte de produtos químicos, em Vila Nova da Telha, Maia, provocou cinco feridos, dois graves e três ligeiros, todos com queimaduras.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Segundo o comandante dos bombeiros de Moreira da Maia, Manuel Carvalho, o fogo teve origem nas cisternas dos camiões que estavam a ser lavadas.
Segundo a agência Lusa, pelas 13h10 o incêndio encontrava-se “totalmente dominado”, mas ainda ativo, e o comandante afirmou não ter qualquer expectativa de quanto tempo demorarão os trabalhos.
No local, situado a 150 metros do aeroporto de Francisco Sá Carneiro, encontram-se 23 veículos e 50 operacionais dos bombeiros.
O incêndio provocou cinco feridos, dois graves e três ligeiros, todos com queimaduras, disse à Lusa fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Os dois feridos graves foram transportados para o Hospital de S. João, no Porto, bem como um dos três feridos ligeiros. Os outros dois feridos ligeiros foram transportados para o hospital de Gaia.
De acordo com o INEM, a “chamada de alerta” para o incêndio foi recebida às 11h48.
Fonte oficial da ANA – Aeroportos de Portugal afirmou à agência Lusa que, apesar da proximidade da fábrica ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, o incêndio “não afetou em momento algum” a descolagem ou aterragem de aeronaves.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem