Philips

Hospital Veterinário da Maia alerta para vacinação contra Leishmaniose

Hospital Veterinário da Maia alerta para vacinação contra Leishmaniose

Preocupados com a importância de prevenir esta patologia muitas vezes fatal para estes animais, os profissionais do Hospital Veterinário da Maia alertam todos aqueles que têm cães para procederem o quanto antes à vacinação. Transmitida pelos mosquitos, que nesta época começam a aparecer em cada vez maior número, a leishmaniose canina é uma doença crónica cujos sintomas incluem febre, queda de pelo, perda de peso, lesões cutâneas e problemas nas unhas. É frequentemente fatal e transmite-se aos humanos. Por isso mesmo, Miguel Mateus, um dos médicos veterinários da CVAS, considera essencial todos os donos vacinarem os seus cães. “É fundamental proteger os nossos animais desta epidemia. Nos últimos anos tem estado a alastrar-se a todo o país e o número de casos diagnosticados tem sido cada vez maior. Não devemos esquecer-nos de que esta é uma doença que se transmite aos seres humanos, sobretudo a crianças, idosos e pessoas imunodeprimidas”. Porque prevenir é a melhor forma de cuidarmos da saúde dos nossos animais de estimação, o recurso às vacinas e a atenção constante a qualquer problema que eles evidenciam é um dos motes nas consultas no Hospital Veterinário da Maia. No caso da Leishmaniose, sendo a vacinação recente, é ainda mais importante deixar este alerta. Antes de administrar a vacina, será necessário submeter o cão a um diagnóstico sorológico, essencial para avaliar se pode, ou não, ser vacinado contra esta doença.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_campaign=encomendasta&utm_term=banner&utm_content=050121-encomendaschef2021

Viva! no Instagram. Siga-nos.