RECHEIO 50 ANOS

Hospital de Gaia inaugurou novo Serviço de Internamento

Hospital de Gaia inaugurou novo Serviço de Internamento

A cerimónia de inauguração do novo Serviço de Internamento do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNGE) foi marcada pelo anúncio da abertura, em novembro, de uma nova Unidade de Cuidados Intensivos e também de uma ampliada e renovada Urgência.

O novo Serviço de Internamento do CHVNGE foi inaugurado esta quinta-feira, 20 de agosto, numa cerimónia “apadrinhada” pelo primeiro-ministro, António Costa, e pela ministra da Saúde, Marta Temido.

Além de uma homenagem a todos os profissionais que, ao longo dos últimos meses, têm sido incansáveis no combate à pandemia de covid-19, a visita serviu também para uma análise aos investimentos em curso, em arranque e em conclusão.

Num investimento de 13 milhões de euros em infraestruturas e dois milhões de euros em equipamentos (dos quais três milhões são comparticipação municipal), a conclusão da Fase B da obra irá dotar o CHVNGE de um novo Internamento (agora inaugurado) e uma ampliada e renovada Urgência (em fase de conclusão).

A visita assinalou, ainda, o arranque da nova Unidade de Cuidados Intensivos (cuja conclusão está prevista para novembro deste ano), orçada em 3,3 milhões de euros, bem como a conclusão de uma nova área do Serviço de Imagiologia, recentemente equipado com uma sala telecomandada, que dispõe de equipamentos de diagnóstico e intervenção, no valor de 700 mil euros.

De referir que estas obras integram o Plano de Reabilitação Integrado, no valor total de cerca de 86 milhões de euros, divididos em três fases de intervenção, com os principais objetivos de “centralizar serviços, organizar o Hospital Eduardo Santos Silva de modo a possibilitar a ligação entre os três pavilhões principais e qualificar e redimensionar alguns serviços, nomeadamente o Serviço de Urgência”.

Na cerimónia, o primeiro-ministro deixou uma saudação muito especial a uma plateia repleta de profissionais de saúde: “obrigado pelo trabalho que têm desenvolvido ao longo da carreira, mas, sobretudo, pela prova a que têm sido submetidos com uma enorme exigência ao longo dos últimos meses”, disse António Costa, citado pela Câmara Municipal de Gaia.

Para o presidente da autarquia, Eduardo Vítor Rodrigues, o cumprimento de todas as etapas de reestruturação do Hospital de Gaia, com a concretização de todos os compromissos assumidos, vai transformá-lo num “equipamento de vanguarda que a cidade, as pessoas e os seus profissionais merecem”, afirmou, salientando ainda o “trabalho de excelência” desenvolvido pelo Hospital de Gaia. Eduardo Vítor Rodrigues deixou também o compromisso de, com este trabalho em equipa, entre hospital e autarquia, “continuar a contribuir para o sucesso do país, trabalhando por antecipação e prevenção, como tem sido feito até agora”.

Marta Temido, ministra da Saúde, aproveitou a sua intervenção para anunciar que o plano dedicado à infraestruturação do setor de Medicina Intensiva vai ser reforçado até ao final do ano em 26 milhões de euros. “Vamos completar o programa vertical de aquisição de ventiladores de 60 milhões de euros com um programa de 26 milhões de euros para reinfraestruturação dos hospitais para a garantia de rentabilização destes equipamentos para garantir que tiramos deles o seu maior proveito”, afirmou a ministra, citada pela Câmara de Gaia.

A visita terminou junto ao mural de homenagem aos profissionais de saúde, um trabalho realizado por Guel (Miguel Mazeda), que é pontuado com um poema de João Luís Barreto Guimarães, poeta premiado e cirurgião do Hospital de Gaia.

Foto: CM Vila Nova de Gaia

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem