PUB
Junta da Galiza

Governo lança campanha para esclarecer jovens sobre os seus direitos

Governo lança campanha para esclarecer jovens sobre os seus direitos

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
Chama-se “70Já” a campanha que é apresentada esta terça-feira em Vila Nova de Gaia e quer chamar a atenção dos jovens para o artigo 70.º da Constituição, que remete para os direitos da juventude.

À agência Lusa, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, explicou que o “Já” no nome da campanha se justifica porque o Governo quer uma juventude ativa, “no sentido de algum imediatismo e da efetivação dos seus direitos”.
“Queremos que os jovens conheçam os direitos que têm porque achamos que serão seguramente mais intervenientes, participativos e no fundo mais exigentes também”, disse João Paulo Rebelo, considerando que o país só tem a ganhar com a inclusão e com a participação dos jovens na sociedade.
A campanha vai estar assente num ‘site’, onde estará concentrada toda a informação, e que será coordenado pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude.
Nesse ‘site’, os jovens vão poder ficar a par de todos os programas específicos que o atual Governo está a levar a cabo nos vários direitos, desde a educação, desporto, saúde, mobilidade, emprego ou cultura.
João Paulo Rebelo avançou ainda que a página terá interligações com as mais diversas redes sociais, além de estar também pensado material gráfico que será distribuído nas escolas, associações juvenis, lojas Pontojá ou municípios.
Está também pensada a criação do comité “70Já”, através do qual será feita a gestão participada da campanha, coordenada pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude, mas envolvendo vários organismos do Estado e também os próprios jovens.
A campanha vai focar-se em várias áreas e o secretário de Estado deu como exemplo a participação, tema que vai ter “especial relevância”, num ano em que vão decorrer as próximas eleições autárquicas.
Pensada especificamente para os jovens até aos 30 anos, desde estudantes, à procura do primeiro emprego, profissionais, em situação “nem-nem” e outros, a campanha vai incluir também seminários, ‘workshops’ e ações de divulgação em todo o território nacional.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem