PUB
Recheio 2024 Institucional

Governo destinou 240 ME à expansão do metro na Área Metropolitana

Governo destinou 240 ME à expansão do metro na Área Metropolitana

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O presidente da Câmara do Porto revelou esta terça-feira que o Governo tem 240 milhões de euros reservados para a expansão do metro na Área Metropolitana, verba que “não chega” para a linha ocidental do concelho.

“A informação que temos, diretamente do ministro [do Ambiente], é que serão 160 milhões de euros para Lisboa, para ligar o Rato ao Cais do Sodré, e 240 milhões para o Porto, mas a manta é muito curta para tudo o que os municípios desta Área Metropolitana consideram fundamental”, notou Rui Moreira, na reunião camarária pública.
“A administração da Metro vai fazer uma análise custo-benefício” das várias linhas previstas na Área Metropolitana do Porto, acrescentou o autarca, acreditando que o concelho do Porto “não vai ficar de fora”. De relembrar que a segunda fase de expansão da rede, suspensa em 2011, contempla os municípios do Porto, Gaia, Gondomar e Matosinhos.
De acordo com Rui Moreira, “240 milhões de euros não chegam para a linha ocidental [do Campo Alegre]”, mas “podem chegar para iniciar a linha ocidental”.
O “assunto ainda não foi apresentado” à autarquia do Porto e “terá de ser discutido com outros municípios da Área Metropolitana”.
“Gaia tem aspirações relativamente à ligação de Vila d’ Este. Gondomar pretende a ligação a Valbom e Matosinhos tem a aspiração da ligação entre a Senhora da Hora e o Hospital de São João”, lembrou Rui Moreira.
Para o Porto, a linha ocidental (ligação a Matosinhos pelo Campo Alegre) “é absolutamente prioritária”, acrescentou o autarca.
Suspensa pelo Governo em 2011, a segunda fase de expansão da metro do Porto integra cinco linhas com quase 38 quilómetros de extensão e com um custo global de cerca de mil milhões de euros.
Os cinco percursos programados são a linha do Campo Alegre, a ligação ao Hospital de São João via São Mamede de Infesta, a linha de Valbom, o prolongamento da Linha Verde entre o ISMAI e a Trofa e a ligação da Linha Amarela a partir da estação de Santo Ovídio até ao Hospital Santos Silva e a Vila d’Este.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil