PD - GO ACTIVE

Projeto Satélite: Anuário 20, Galeria Municipal do Porto

Projeto Satélite: Anuário 20, Galeria Municipal do Porto

Projeto Satélite: Anuário 20
Até 18 julho, Galeria Municipal do Porto

“Anuário” é uma exposição e, em simultâneo, uma análise reflexiva sobre as práticas curatoriais e artísticas desenvolvidas no Porto ao longo de um ano. Integrado na plataforma Pláka – que agrega os programas de apoio do município à arte contemporânea –, o projeto foi concebido por João Ribas e Guilherme Blanc e é desenvolvido anualmente por um coletivo de curadores convidados pelos dois para acompanhar, documentar e analisar projetos artísticos apresentados em espaços (de acesso público) da cidade. Esta é uma exposição que resulta de um trabalho continuado de pensamento sobre a produção artística e de um processo de curadoria participado, em que as perspetivas de diversos curadores confluem num entendimento sobre a arte no Porto no último ano.

Locais: AL859 | Armazém do Fundo | A Sede | Atelier Logicofobista | Clube de Desenho | Espaço Birra | Ócio

Pés de Barro
12 junho a 22 agosto, Galeria Municipal do Porto

Algumas pessoas poderão associar o barro, a olaria e a cerâmica à tradição, e a tradição ao passado. Alguns poderão associar tecnologia, comunicação digital e bancos de dados com o novo, e o novo com o futuro. E se o futuro for uma tecnologia tão antiga e peculiar como o barro? E se afinal o barro for uma matéria que permanentemente se autorrenova e dá ao tempo as suas imprevisíveis configurações? E se o barro for o futuro e o futuro for o barro?
E se os pés de barro apenas revelam vulnerabilidade por o resto do corpo ser constituído por um material diferente? E se na verdade os pés de barro enraízam pessoas na terra, ligando as através do mesmo material? E se os pés de barro forem uma forma de estabelecer uma comunicação pós tecnológica, que não requer redes ou cabos? Apenas os nossos muitos, um, dois, oito, vinte pés e algum barro?
Estas são algumas das questões e enigmas que as curadoras Chus Martínez (curadora, historiadora de arte, escritora e diretora do Art Institute da FHNW Academy of Art and Design Basel) e Filipa Ramos (escritora, curadora da secção de filme da Art Basel e uma das curadoras da última edição do Fórum do Futuro) puseram em foco, reunindo para isso um conjunto de artistas que têm usado o barro, a olaria e a cerâmica para imaginar, projetar e moldar o mundo em que vivem.

Imagem: FORMABESTA (Salvador Cidrás & Juan Cidrás). Untitled, 2019. Barro pigmentado. Cortesia dos artistas

Wall גדר جدار
12 junho a 22 agosto, Galeria Municipal do Porto

The Men Behind the Wall, a curta metragem de Inés Moldavsky vencedora do Urso de Ouro no Festival Internacional de Cinema de Berlim (Berlinale) de 2018, aborda o conflito israelo palestiniano sob uma perspetiva provocadoramente articulada. Através da aplicação de encontros no telemóvel Tinder, a artista dialoga com homens que vivem em diferentes zonas do outro lado da fronteira, na Cisjordânia e em Gaza, na tentativa de tornar possível um encontro real. O contexto particular das interações íntimas na era digital serve de pano de fundo para questionar o absurdo da segregação, ao mesmo tempo que discute relações de poder e estereótipos de género a partir de temáticas como a cultura e a religião. Wall גדר جدار, resulta de uma proposta curatorial de Guilherme Blanc (Diretor artístico do Batalha – Centro de Cinema) feita à artista com o intuito de traduzirem múltiplos elementos do seu filme num projeto expositivo densificador das personagens reais e do contexto sociopolítico inerente à obra.

Imagem: Inés Moldavsky. Wall for print, 2018. Cortesia da artista

Atravessar A Fronteira – Os novos babilónios: Porto
18 setembro a 21 novembro, Galeria Municipal do Porto

O conceito ‘Novos babilónios’ foi desenvolvido por Guy Debord, Constant Nieuwenhuys, Har Oudejans e Pinot Gallizio a partir do projeto situacionista New Babylon e está relacionado com algumas das ideias fundamentais que informaram o movimento – como a psicogeografia, a deriva, o urbanismo unitário. É a partir deste conceito que o artista e curador Pedro G. Romero propõe para a Galeria Municipal do Porto um exercício de questionamento da nossa perceção das vidas de grupos nómadas, etnias ciganas, flamencos e exilados libertários.
A exposição constitui uma análise ao campo sensível destas formas de vida com um foco particular nos seus deslocamentos pela América, África e outros arquipélagos atlânticos. A cidade do Porto atua como geografia de partida para uma indagação de rotas, fluxos e derivas destes ‘novos babilónios’ a partir do contexto português e seus territórios fronteiriços.

Imagem: Fotograma de Acácio de Almeida para o filme Continuar a Viver ou Os Índios da Meia Praia de António da Cunha Telles, 1977. Cortesia de António da Cunha Telles

Pandemic
18 setembro a 21 novembro, Galeria Municipal do Porto

Pandemic leva-nos a um estado de grau zero para confrontar a fragilidade e a finitude do corpo, da doença e da sanidade, e das lutas humanas enraizadas no mundo e na natureza. Esta exposição resulta de um convite da Galeria Municipal do Porto ao artista Filipe Marques para questionar conceitos víricos. No seu trabalho, o artista parte da poética apocalíptica para nos conduzir, enquanto espectadores, a uma aprendizagem da impotência da condição humana e a uma tentativa de controlo de contaminações invisíveis ou equilíbrios de forças e resistências.
O trabalho de Filipe Marques, artista formado entre Portugal e Alemanha, desenvolve-se a partir das teorias dos filósofos modernos e de escritores da Antiguidade Clássica, na tentativa de compreender a Humanidade e a construção de um Deus. Recorre a dispositivos anacrónicos com imagens de pessoas e lugares, reencenando urbanidades em ruína e museografias saqueadas, e revisitando metáforas sobre falhanços e autodestruições às quais, enquanto artista, não quer escapar.

Imagem: Filipe Marques. Felt, 2018. Cortesia do artista

As exposições são de entrada livre.

Horário: terça a sexta-feira, das 10h às 18h | fim de semana, das 10h às 13h.

Galeria Municipal do Porto
Jardins do Palácio de Cristal
Porto

PUB
api.whatsapp.com/send?phone=+351939990111&text=Ol%C3%A1

Viva! no Instagram. Siga-nos.