CMPorto

Gaia vai ter um “Jardim Sensorial”

Gaia vai ter um “Jardim Sensorial”

Promover a saúde mental e física dos gaienses é o objetivo do “Jardim Sensorial”, um dos projetos vencedores do Gaia Orçamento Participativo Jovem 2020 (GOP+Jovem 2020), na categoria de Criatividade, Cultura e Desporto.

Érica Moreira é a autora do projeto, que se traduz na manutenção e promoção da saúde, seja num envelhecimento mais saudável e ativo, seja na manutenção e/ou reabilitação das capacidades psicomotoras, “mas até mesmo como uma fuga da realidade, visto que o nosso quotidiano é muito stressante. E o jardim promete ser um local onde nós podemos parar, respirar e pôr os nossos sentidos à prova”.

A cultura oriental, e a sua relação com a natureza e os jardins em concreto, serviu de inspiração à iniciativa que pretende promover a harmonia e o equilíbrio, funcionando como uma terapia para toda a comunidade. O “Jardim Sensorial” promete “despertar os cinco sentidos do corpo humano através das diferentes texturas das plantas e do solo, dos sons da água, dos pássaros, do vento, das folhas e flores, das suas cores e cheiros, num regresso ao nosso ‘eu primitivo’”, explica a autarquia.

De referir que todos os projetos vencedores do GOP+Jovem 2020 serão inseridos no orçamento da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia para 2021 e executados nesse mesmo ano. A edição deste ano contou com um montante total de 240 mil euros, com um plafond de 40 mil euros para cada projeto. Foram submetidas 98 propostas, sendo 21 delas consideradas elegíveis pela Comissão Técnica.

Ciente da importância do GOP+Jovem, a Câmara Municipal de Gaia prevê o regresso da iniciativa em 2021.

PUB
 www.pingodoce.pt/responsabilidade/bairro-feliz/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=votacao&utm_campaign=bairrofeliz