PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem

Gaia pretende construir um novo Centro de Formação Profissional

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A Câmara de Gaia quer construir de raiz o novo Centro de Formação Profissional do concelho, um projeto estimado em 7,5 milhões de euros que o concelho espera reaver com o arrendamento do imóvel ao Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

O centro de formação profissional do concelho estava previsto ocupar as instalações da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto (ESTSP) do Instituto Politécnico do Porto (IPP), que acabou por decidir manter-se no local.
“Depois de garantida a ESTSP em Gaia, havia duas soluções: alugar um espaço para o centro de formação ou criar um espaço de raiz”, afirmou o presidente da câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues.
Tendo em conta as condições necessárias à devida instalação do equipamento, a “expectativa” do município é a de construir um edifício novo nos terrenos sobrantes do loteamento da Quinta da Seara, junto à EN 222, entre Oliveira do Douro e Vilar do Andorinho.
O novo edifício está orçado em 7,5 milhões de euros, que a câmara quer ir buscar à banca através de um empréstimo a ser pago com o valor da renda mensal a cargo do IEFP.
“Estamos a tentar com o governo uma renda resolúvel, assumindo o município a obra e o governo a renda. A expectativa é que o valor da renda seja o do empréstimo”, explicou o autarca.
Segundo o presidente da câmara, cumpridos estes primeiros passos será depois necessário “um ano de obra para consumar o projeto” que resulta de um acordo com o IEFP assinado em setembro de 2015.
Até lá, as ações de formações irão continuar a ser desenvolvidas, como atualmente, em juntas de freguesias, associações e escolas.

PUBLICIDADE

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem