PUB
CIN - Branco Perfeito

FLUP e Cooperativa Árvore apresentam “Porto de Virtudes”

FLUP e Cooperativa Árvore apresentam “Porto de Virtudes”
O projeto pretende dar a conhecer a paisagem histórica urbana das Virtudes a partir de um programa de atividades – a decorrer entre 29 de junho e 1 de julho – que inclui exposições, workshops e visitas temáticas.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Desenvolvido no âmbito do Mestrado em História da Arte, Património e Cultura Visual da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), “Porto de Virtudes” foi distinguido com um dos dez Prémios de Inovação Pedagógica U.Porto 2017. Vinte e dois estudantes participaram no projeto, que teve dois objetivos principais: “a aprendizagem de um processo de investigação sobre uma paisagem histórica urbana e a criação de um programa cultural”.  
Em comunicado, a organização explica que “O lugar das Virtudes dominado, no século XVIII por uma quinta periurbana, foi alvo de um importante conjunto de transformações, na passagem para o século seguinte: a criação de um passeio público e a consolidação da sua frente urbana. Uma parte dos terrenos da quinta daria ligar a um horto fundado por José Marques Loureiro (1830-1898), que se manteve até ao século XX, sendo posteriormente transformado em Jardim Público pela Câmara Municipal do Porto”.
O Passeio, o jardim, as habitações, a malha urbana e todos os equipamentos que o integram fazem das Virtudes um espaço de notável interesse patrimonial. Aliás, o Passeio das Virtudes é o único espaço verde da área classificada como Património Mundial.
O projeto “Porto de Virtudes” procura agora “entendê-lo no sentido de o revalorizar e aproximar da cidade, indo ao encontro das políticas de dinamização e transformação do lugar num polo cultural e de lazer”.
Para tal, levará a cabo um diversificado conjunto de atividades, a decorrer entre os dias 29 de junho e 1 de julho: uma exposição virtual na plataforma “Google Arts & Culture”, a exposição física a ser inaugurada nos jardins da Cooperativa Árvore e um programa de visitas temáticas e workshops artísticos (inscrições gratuitas e limitadas às vagas existentes).
“Virtudes: A Quinta, espaços, equipamentos e usos” (às 14h30), “As raízes das Virtudes: O Horto Loureiro + Jardim das Virtudes” (das 15h às 16h), “Memória do Lugar” (das 16h às 16h30), e “Desenvolvimento do Morro da Vitória + Construir uma varanda sobre o Douro” (das 16h30 às 17h30) são os temas das visitas, que irão decorrer nos dias 30 de junho e 1 de julho (inscrição em https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScIhB1sutufpuRE2gs1LQDoSuAAzY7PtQvStLwkUs5PsIMf5g/viewform?c=0&w=1). Nestes dias, mas entre as 10h e as 13h, realizam-se também os workshops de pintura (orientado pelo pintor José Rosinhas) e o de cerâmica (orientado pelo pintor José Rosinhas e pelo técnico ceramista Pedro Gil) (inscrição em  https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfwf2VUAz1kbh_Nc7zrmByVlur69MbTy4N4PJO4LfnTLth4sg/viewform).
O projeto, coordenado pela FLUP, conta com a colaboração de várias entidades como a Universidade do Porto, o CITCEM, a Árvore – Cooperativa de Actividades Artísticas e a Câmara Municipal do Porto.
A apresentação pública de “Porto de Virtudes” está marcada para quinta-feira, dia 29 de junho, pelas 18h30, na Cooperativa Árvore (Rua Azevedo de Albuquerque, Porto).
A cerimónia contará com a presença do reitor da U.Porto, Sebastião Feyo, dos vice-reitores Fátima Marinho e Pedro Teixeira, do pró-reitor Fernando Remião e ainda do presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
PD- Literarura Infantil